Publicidade

Publicidade

09/07/2009 - 10:42

Telegramas para a família de Michael Jackson

Compartilhe: Twitter

Quer mandar um telegrama de condolências para a família de Michael Jackson? Os Correios brasileiros estão oferecendo esse serviço na capa de seu site. Ou você pode ir direto por aqui.

Já existem duas mensagens prontas em inglês (a tradução vem logo abaixo para ajudar você na escolha):

Gostaria de demonstrar o meu profundo pesar pelo falecimento do nosso ídolo Michael Jackson. Ele foi uma pessoa muito importante para o mundo da música, e para minha vida. Nunca vou esquecê-lo. Nesse momento difícil, rezo para que Deus conforte todos vocês, membros da família.

ou

Gostaria de prestar minhas condolências a todos vocês da família de Michael Jackson e expressar minha solidariedade à dor que todos estão sentindo neste momento. Rezo para que Deus conforte e dê força a todos vocês

Você pode também escrever a sua própria mensagem. Há um espaço para isso. O valor do telegrama é variável. O próprio site calcula. No meu caso, um telegrama com a mensagem número 1 saindo de São Paulo, onde moro, custaria R$ 56. O número 2 sairia por R$ 44,80. Os telegramas serão entregues “To the family of Michael Jackson, Neverland Valley Ranch, 5225 Figueroa Mountain Road, Los Olivos, California, Estados Unidos”.

Autor: - Categoria(s): Celebridades Tags: , , , ,
22/05/2009 - 22:12

Em algum lugar do passado

Compartilhe: Twitter

Muita gente acredita que os jornais impressos vão desaparecer nas próximas décadas. De qualquer maneira, as novas tecnologias já aposentaram vários objetos e serviços comuns no dia-a-dia do século 20:

Celular “tijolão”


O primeiro modelo de celular foi criado em 1979 pela Ericsson. Eles eram enormes e basicamente só serviam para telefonar. Somente em meados dos anos 90 os celulares tornaram-se menores e mais modernos.

Ficha Telefônica

A ficha telefônica era usada para falar nos telefones públicos – os famosos orelhões – antes da invenção dos cartões telefônicos. A ficha era uma espécie de moeda que, depois de inserida no aparelho, resultava em 3 minutos de ligação. Foi daí que nasceu a expressão “cair a ficha”. 

Máquina fotográfica analógica

Você lembra do tempo que tirar fotos era sinônimo de comprar rolos de filmes de 12, 24 ou 36 poses? Pior era esperar a revelação para ver se a foto tinha ficado boa. Esse drama acabou quando as máquinas digitais se tornaram mais baratas e populares.

Máquina de escrever

O primeiro registro de patente de uma “máquina artificial para impressão de letras” data de 1714,  apresentado pelo inglês Henry Mill. O invento passou por várias atualizações e pegou de vez em 1910, quando o italiano Camilo Olivetti lançou o modelo que leva seu nome. Outra coisa que sumiu depois que os computadores substituíram as máquinas de escrever foram os cursos de datilografia.

Telegrama


O telégrafo usava a eletricidade para enviar mensagens através do código morse. Mas talvez o telegrama não esteja tão morto assim – O Blog do Curioso mostrou um teste de rapidez disputado pelo telégrafo e o SMS moderno.

Fax

O primeiro aparelho surgiu em 1947 – a ideia de transmitir material gráfico à distância existia desde 1843. Nos anos 70, o sistema de fac-símile foi implantado no Japão. O fax fez sucesso até que a popularização da Internet e dos computadores pessoais tirou o aparelho de cena.

Fita VHS


O primeiro aparelho de videocassete foi lançado pela Sony em junho de 1969. Os filmes eram transmitidos em VHS – fitas magnéticas de 13 milímetros de espessura. Um dos inconvenientes era que a fita precisava ser rebobinada depois de assistida – coisa que a geração DVD nunca vai entender.

Disquete

Inicialmente ele tinha 8 polegadas. O disquete foi inventado pela IBM em 1967. Depois, evoluiu e diminuiu de tamanho. O último disquete a fazer sucesso media cerca de 3,25 polegadas e comportava 1,44 megabytes. A popularização do CDs e DVDs graváveis e, mais atualmente, o pen driver – com capacidade de armazenamento de dados quase mil vezes maior – mandou os disquetes definitivamente para o fundo da gaveta.


Relógio de pulso será a próxima vítima?

O novo hábito de olhar as horas no celular tem tornado o relógio de pulso meio inútil para algumas pessoas. Será que ele será a próxima vítima do século 21?

E você? Ajude a aumentar esta lista. Tem saudade de alguma coisa que caiu em desuso?

Autor: - Categoria(s): Cotidiano, Sem categoria Tags: , , , , , , ,
Voltar ao topo