Publicidade

Publicidade

05/10/2008 - 23:55

Táxis vermelhos ou laranjas?

Compartilhe: Twitter

Acabo de voltar de Porto Alegre com a resposta para a grande dúvida que se instaurou aqui quando falamos sobre as cores dos táxis. Afinal, os táxis de Porto Alegre são vermelhos ou laranjas? Parecia ser uma tarefa fácil, mas só entendi a polêmica quando cheguei lá. Dependendo da luz, tem hora que eles parecem vermelhos, tem hora que parecem laranjas. A história é a seguinte. Em 1972, os táxis foram obrigados a usar a cor laranja granada. Era uma cor especial, bastante chamativa, para fácil identificação dos passageiros. Só que muitos motoristas começaram a comprar carros vermelhos e conseguiam passar pela fiscalização do Detran. O laranja granada foi sendo substituído aos poucos pelo vermelho ibérico, que é a atual cor oficial. Nos documentos dos táxis, a cor que aparece agora é “vermelho”.

Sobre esse assunto, o leitor Eduardo Oliveira dos Santos, de Porto Alegre, também nos escreveu:

“Os táxis convencionais são vermelhos (é um vermelho próprio especificado pela EPTC – Empresa Pública de Transporte e Circulação). Consiste em um vermelho sólido, de tom alaranjado, como o vermelho da Ferrari, mas um pouco mais claro. A pintura é feita pela própria EPTC, sobre a pintura original do carro. Não é uma pintura encomendada de fábrica. Os táxis não têm o párachoque pintado.

Há também os táxis que atendem o Aeroporto Internacional Salgado Filho. Esses carros são brancos (originais de fábrica). Há um tempo atrás, a bandeirada dessa frota era mais cara, porque eram carros mais luxuosos e com ar condicionado. Só que essa diferenciação se desfez com o tempo, pois os táxis convencionais também começaram a dispor desse item de conforto. Hoje as duas frotas possuem o mesmo preço da bandeirada”.

O Eduardo mandou a foto do táxi de Porto Alegre (que você viu aí em cima) e também as fotos do táxi especial do aeroporto e, de quebra, a foto de um táxi de Curitiba. Este, sim, laranja.

Autor: - Categoria(s): Cotidiano, Pergunta Curiosa, Viagem Tags: ,
16/09/2008 - 09:55

Mais um táxi para a minha coleção

Compartilhe: Twitter

A minha nova coleção de fotos de táxi do mundo inteiro acaba de ganhar um reforço. A jornalista Bruna Fasano, que faz os guias de O Estado de S.Paulo e do Jornal da Tarde, me enviou uma foto que ela tirou recentemente no México.

Na mensagem, a Bruna Fasano escreveu o seguinte:
“Os táxis na Cidade do México são da cor do meu time, verde, como o Palmeiras. A maioria dos táxis de lá são fuscas. Os tradicionais carrinhos da Volkswagen foram produzidos no México só até 1991 e, por isso, o estado de conservação é péssimo. Os taxistas tiram o banco do passageiro, ao lado do motorista, e amarram uma cordinha que liga a maçaneta da porta até o freio de mão. A cada parada nas esquinas da Cidade do México eles abrem a porta e gritam: “¿Necesita un taxi?”.

Comentário meu: a Bruna não se lembrou que os nossos táxis também eram assim. Fuscas sem o banco do carona e com uma cordinha para puxar a porta. Em matéria de táxis, portanto, avançamos bem mais que o México.

Autor: - Categoria(s): Cotidiano, Viagem Tags: ,
Voltar ao topo