Publicidade

Publicidade

09/09/2009 - 15:40

Os sabores mais exóticos de sorvete

Compartilhe: Twitter

O programa “É Brasil que não acaba mais”, que vai ao ar nos sábados (13h) e domingos (7h) pela BandNews FM, tem um quadro que se chama “Roda, Brasil”. É uma divertida competição entre as cidades. A cada programa, eu e o Luiz Megale bolamos um desafio. Um deles foi descobrir qual é o sabor mais exótico de sorvete do Brasil. Pra quem perdeu o programa, aqui vai um resuminho:

Na Zona Sul do Rio de Janeiro, a reportagem da BandNews FM encontrou um sorvete sabor “viagra”, inspirado na famosa pílula azul. A receita do sorvete é do sul da Itália e, no Brasil, recebeu adição da erva ginseng. O sorvete, lógico, é da cor azul.

Mais uma do Rio de Janeiro: uma sorveteria carioca oferece sorvete sabor “capuchinha” durante a primavera. A flor comestível é misturada a um creme inglês adoçado com mel e incrementado com gergelim preto. Em Belo Horizonte, uma sorveteria resolveu encarnar o espírito caipira. Lá, é possível encontrar sorvetes de arroz doce, canjica e pé-de-moleque.

Sorvete de queijo, rosas vermelhas, ricota e quentão podem ser encontrados em Curitiba. O fabricante maluco jura que é capaz de produzir sorvete de qualquer sabor. Um dos mais inusitados é o sorvete de aceto balsâmico – feito especialmente para ser servido com saladas. Porto Alegre apresentou o sorvete de azeite, enquanto Brasília trouxe uma coleção de frutos do cerrado, como cagaita, mamacadela e cajá-manga (já apresentados aqui no blog).

A representante de São Paulo foi a sorveteria Damp, que tem sabores de rosa, manjericão, tomate seco e nozes com gorgonzola.

Em viagens, já tomei alguns sabores estranhos, como roquefort (na Espanha) e gergelim (nos Estados Unidos). Veja a cor do sorvete de gergelim no vídeo abaixo:

Qual foi o sabor mais curioso de sorvete que você já experimentou?

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Comes e bebes, Viagem Tags: , , , , , ,
21/10/2008 - 23:10

Você ama o seu pijama?

Compartilhe: Twitter

A chuva que caiu forte em Campos do Jordão (SP) no final de semana passado não deixou que eu fizesse uma exploração maior de endereços curiosos na cidade. Quando o toró deu uma trégua na tarde de sábado, saí para uma volta no centrinho comercial de Capivari. Meio sem querer, entrei num beco que não conhecia e dei de cara com a “Eisland – Sorveteria da Fazenda”. Os sorvetes são feitos à base do leite de vacas Jersey, que são criadas exclusivamente na Fazenda Eisland (informação do folheto deles), em Santo Antônio do Pinhal.
Os sorvetes são vendidos na própria fazenda (os visitantes precisam enfrentar 6 km de terra para chegar lá) e em mais três lojas: Campos do Jordão, Valinhos e no centro de Santo Antônio do Pinhal, todas em São Paulo. Cada bola custa R$ 5 e o gosto do leite é um pouco mais acentuado. Além dos sabores clássicos, a Eisland oferece frutas do bosque, mirtillo, pistache, chocomenta e moka. A sorveteria também oferece o leite Jersey. O litro custa R$ 2. Segundo a atendente, o leite é tão forte que, depois de fervido, a sua nata já tem a consistência de uma manteiga.

No mesmo beco, encontrei uma lojinha com um nome bastante curioso: “Eu amo meu pijama”. Pelo que entendi, é uma ponta-de-estoque de uma loja que funciona em Moema, bairro de São Paulo. Taí uma coisa que pouca gente tem coragem de admitir: a paixão por aquele pijamão velho, mas confortável. Tirei até uma foto da placa.
Você ama o seu pijama? Já dormiu com camiseta de propaganda política? Conte como é o seu pijama amado para esse bando de curiosos! A não ser que você seja como a atriz Marilyn Monroe.
Ao ser entrevistada, perguntaram o que ela vestia para dormir. Marilyn respondeu: “Apenas algumas gotas de Chanel nº 5”.

Autor: - Categoria(s): Comes e bebes, Cotidiano, Viagem Tags: , ,
12/10/2008 - 07:07

Os mil sabores de sorvete

Compartilhe: Twitter

Monte Alto, terra natal da minha mãe, fica a 438 km de São Paulo. As duas maiores atrações da Cidade são o Museu de Paleontologia e suas sorveterias. Vou pedir licença aos dinossauros para falar das sorveterias. As bolas são gigantescas e custam uma ninharia. Como a concorrência é grande, os criadores dos gelados são bastante inventivos. Dê uma olhada em alguns sabores que a principal sorveteria de Monte Alto oferece: suflair, charge, kinder ovo, doce de leite folhado, goianata, danette, chandelli e até… nescauball.

A sorveteria da sua Cidade também tem algum sabor assim diferente?

Autor: - Categoria(s): Comes e bebes, Viagem Tags: , ,
15/09/2008 - 08:09

Sorvete de roquefort com nozes

Compartilhe: Twitter

Eu e minha mania de experimentar coisas diferentes… Estava fazendo muito calor em Barcelona. Paramos numa sorveteria chamada Dino. Dei uma olhada nos sabores e vi um de roquefort com nozes. “É este!”, decretei. Pedi para a balconista. Ela olhou com uma cara desconfiada:
– Mas… isso é sorvete de queijo! – tentou que eu mudasse de idéia. Lembrei, então, do sorvete de goiabada com queijo que comia na antiga sorveteria “Sem Nome” e insisti no pedido.
Ela me serviu, desolada. O sorvete era bem ruinzinho mesmo. Tinha um cheiro forte de queijo. Depois de algumas mordidas foi parar na lata do lixo. Voltei lá e, na maior candura, pedi:
– Agora quero um de limão!

Autor: - Categoria(s): Comes e bebes, Cotidiano, Viagem Tags: , , , ,
Voltar ao topo