Publicidade

Publicidade

16/09/2009 - 13:31

Orquestra Brasileira de Música Jamaicana

Compartilhe: Twitter

Quando você pensa em um clube esfumaçado, decorado de amarelo, verde e vermelho, com pessoas dançando passos de reagge, “Águas de Março” é a última música que seus ouvidos esperam ouvir, certo? Não se você estiver em um show da Orquestra Brasileira de Música Jamaicana.

Afinal, o grupo formado por 9 músicos se dedica a interpretar clássicos da música brasileira com um tempero bem jamaicano. A Orquestra Brasileira de Música Jamaicana nasceu das cabeças do guitarrista e vocalista Sérgio Soffiati e do trompetista Felippe Pipeta de montar uma “big band de ska”. O ritmo – uma das primeiras manifestações pop da música jamaicana – é perfeito para fazer o público dançar, cantar e se divertir. Uma pesquisa revelou que diversas bandas na Europa (e até uma no Japão!) usavam músicas brasileiras, mas que não havia nenhuma do Brasil. “A gente estava dando mole”, diz Sérgio Soffiati.

Além de Sérgio e Pipeta, a “Orquestra” é formada por Ruben Marley (trombone), Marcelo Cotarelli (trompete e flugel), Fernando Bastos (sax tenor e flauta), Igor Thomaz (sax barítono e alto), Fabio Luchs (bateria), Rafael Toloi (baixo) e Lulu Camargo (teclados).

Entre os arranjos curiosos do grupo está uma animada versão de “O Guarani”, a ópera de Carlos Gomes eternizada na abertura do programa de rádio “A Voz do Brasil”, “Tico-Tico No Fubá” e “Trem das Onze”.

Ficou curioso? O show de estréia da Orquestra Brasileira de Música Jamaicana acontece nessa sexta-feira, 18 de setembro, a partir das 22 horas, no Aldeia Turiassu (Rua Turiassu, 928; Perdizes; São Paulo). Dá pra ouvir o trabalho da banda no MySpace e saber todas as novidades pelo Twitter.

Autor: - Categoria(s): Música Tags: , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo