Publicidade

Publicidade

06/01/2010 - 17:53

As batatas crucificadas

Compartilhe: Twitter

Parece até que foi combinado. O policial Dennis Bort, morador de Brunswick, nos Estados Unidos, estava cortando batatas para a ceia de Natal quando percebeu uma imagem interessante em um dos alimentos: uma cruz. Dias depois, na véspera de Ano Novo, Jim Gross e a mulher, moradores de Marion, também nos Estados Unidos, foram surpreendidos com a mesma imagem. Acredite: também em uma batata.

Special Spuds

Curiosamente, os dois tubérculos santos tiveram o mesmo destino: o site de leilões eBay. A diferença é que, enquanto a família Gross estipulou o preço inicial de sua batata em 2 dólares (atualmente está em 46 dólares), Dennis Bort não pensou duas vezes e inflacionou o mercado das batatas com cruzes: pediu 1.000 dólares por seu exemplar.

article-1262773453748-07C46AED000005DC-812479_636x421

Levando em conta o preço de aproximadamente R$ 5,00 para um quilo de batata (fonte: Supermercado Pão de Açúcar, em São Paulo, um dos mais careiros da Cidade), a batata de Dennis Bort equivaleria a 360 quilos de batatas comuns. Dá pra fazer nhoque, purê de batata, batata gratinada, batata frita… até o Natal de 2010. Cruz credo!

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Comes e bebes Tags: , , , , ,
09/10/2009 - 11:19

No princípio, era o Lego

Compartilhe: Twitter

gn02_25

Em Sintra, Portugal, o Museu dos Brinquedos está fazendo uma grande exposição sobre o Lego. Fiquei sabendo de uma histórioa muito boa. O “Reverendo” Brendan Powell Smith encontrou uma maneira bem criativa de espalhar a mensagem de Jesus- ou ao menos a sua versão dela – pelo mundo. Ele montou e fotografou centenas de cenas da Bíblia usando pecinhas de Lego como ferramenta principal.

mt26_20

Criada em 1932 pelo carpinteiro dinamarquês Ole Kirk Christiansen, a companhia Lego já vendeu 400 bilhões de pecinhas no mundo todo. Seus primeiros “bonequinhos”  foram lançados em 1978. (Você encontra mais sobre invenções aqui)

Filho de um pastor protestante, Brendan considera-se um ateu “fascinado” pelo estudo da religião. Seu projeto começou em 2001, quando ele tinha 30 anos, um diploma de Filosofia e Teologia e ganhava a vida desenvolvendo sites na Internet.  Apesar de controverso, o “The Brick Testament” (“O Testamento de Pecinhas”) já saiu do mundo online e virou livro destinado para o público infantil.

Autor: - Categoria(s): Brinquedos Tags: , , , , ,
Voltar ao topo