Publicidade

Publicidade

19/04/2010 - 18:16

Restaurante Lingerie: para comer com os olhos!

Compartilhe: Twitter

Os portugueses estão mesmo bem saidinhos! Depois de apreciar pratos afrodisíacos servidos por garçons semi-nus ou garçonetes de lingerie, o público ainda pode conferir shows de strip-tease ou table dance (dançarina faz gestos de sedução onde até há pouco você comia a sua sobremesa). Assim é o Restaurante Lingerie, que completará 7 anos na próxima quinta-feira. Nada a ver com casas masculinas que se proliferam ao redor do mundo. O Restaurante Lingerie recebe, de terça a sábado, casais e pequenos grupos mistos.

Portugal tem 131 habitantes por restaurante, número três vezes maior que a média europeia. E, mesmo com tantas opções, o Lingerie serviu 38.512 jantares em 2009. Vale ressaltar que, até o ano passado, ainda eram três unidades – Póvoa de Varzim, Vila Nova de Gaia e Albufeira. Uma quarta acaba de abrir suas portas em Viseu.

Além do serviço, os pratos também são temáticos. Têm ingredientes afrodisíacos e nomes sugestivos, como “Arrepio na Espinha”, “Orgia de Carnes”. “Viúva Insaciável”, “69 Italiano” e “O que tu queres… sei eu!”. O preço da refeição ronda os 35 € (cerca de R$ 85). Há também espaço para comemorações, como a já consagrada “Festa do Divórcio”.

Luis de Almeida, idealizador e diretor geral do grupo Lingerie, conversou com a repórter Karina Trevizan, do Blog do Curioso, diretamente de Portugal:

Quais foram as cenas mais curiosas que você testemunhou ao longo desses 7 anos?
As cenas mais curiosas acontecem nas festas de bodas de prata… Imagine um casal que celebra 25 anos juntos e convida os amigos e familiares para jantar num restaurante erótico. É muito giro (engraçado)! Outra cena bem interessante que presenciei foi no Dias dos Namorados. Um casal gay foi ao Lingerie para jantar e todos bateram palmas por eles se assumirem em público. Isso, para Portugal, é muito novo. Mas o que me marca diariamente são as expressões no rosto das pessoas. Ver as reações que elas vão tendo durante as várias fases do jantar é fantástico.

“Brincamos com o erotismo, mas não temos nada a ver prostituição” - Luis de Almeida

São expressões de aprovação ou de estranhamento?
Ah, são expressões de surpresa e satisfação. As pessoas adoram…

Como surgiu a ideia do Restaurante Lingerie?
Passeando pela Austrália, visitei um restaurante destinado a homens chamado “Gentleman Club”. Quando voltei para Portugal, adaptei o que vi à realidade europeia e criei este conceito para um público misto. É importante observar que brincamos com o erotismo, mas não temos nada a ver prostituição.

Os portugueses aceitaram logo um projeto tão ousado?
A mentalidade portuguesa é muito conservadora, e não foi fácil iniciar um projeto como esse aqui. Mas hoje me sinto feliz, pois as pessoas já distinguem o erotismo da pornografia e da prostituição.

O restaurante é mais frequentado por homens ou mulheres?
Calculo que 70% dos clientes são mulheres.

Então, se a maioria é feminina, o número de garçons sem roupa é maior que o de garçonetes com lingeries?
A reserva de mesa é obrigatória. Então, ajustamos o número de empregados de mesa conforme as reservas. Se temos muitas mulheres, aumenta o número de garçons, e vice-versa.

O show é feito pelas mesmas pessoas que servem as mesas?
Não. Temos uma equipe de animadores. Não funciona ter o pessoal de mesa fazendo shows. Isso chegou a acontecer no início, mas a qualidade de serviço de mesa era prejudicada… Não dá para misturar.

Há algum outro tipo de treinamento especial?
Claro. Temos até aulas de pole dance para os funcionários. Além disso, damos atenção especial à forma de abordar os clientes. Faz parte do show o dançarino ir às mesas e “provocar” os clientes com movimentos eróticos. No caso dos casais, o stripper pede sempre a aprovação do parceiro ou da parceira antes de iniciar a provocação. Isso de uma forma muito sutil. Não queremos criar qualquer desconforto.

Todos os pratos do Restaurante Lingerie são afrodisíacos?
Sim… Utilizamos alguns ingredientes afrodisíacos, como canela, gengibre e chocolate. Quem cria os nomes sou eu. Dois que fazem muito sucesso são o “Grelo da Maria”, de bacalhau com broa, e o “Minete Guloso”, de porco preto em vinho tinto.

Quando é que o Restaurante Lingerie vai chegar ao Brasil?

Devemos abrir mais algumas casas em Portugal. Leiria e Lisboa são os próximos pontos de interesse. Também é nosso objetivo chegar ao Brasil. São Paulo seria a escolhida para começar. No ano passado, visitei a cidade e cheguei à conclusão que, para entrar no Brasil, preciso de um parceiro de negócio que possa apoiar a implementação. Afinal, acredito muito no ditado português “patrão fora, feriado na loja”. Preciso de alguém de extrema confiança e competência para manter a vertente erótica, e não se deixar levar pelo dinheiro fácil proveniente da prostituição. Mas, logo que encontrarmos a pessoa certa, abriremos de imediato. Tenho um carinho especial pelo Brasil, pois é a terra natal de meu avô.

Autor: - Categoria(s): Comes e bebes, Sexo, Viagem Tags: , , , , ,
12/01/2010 - 19:32

Os nomes de bebês mais usados em 2009

Compartilhe: Twitter

Se você ainda não conhece nenhum Enzo, seu filho, sobrinho ou neto com certeza conhece. Enzo é um dos 10 primeiros nomes que constam na lista elaborada pelo site Baby Center Brasil, que consultou o registro de 28 mil bebês nascidos em 2009. O resultado foi uma lista dos 100 nomes mais utilizados ( Marcelo está apenas em 58º.)

lista

hthApesar de haver muitos nomes “novos” — como Derek, Bryan e Kevin —, os nomes típicos portugueses marcam presença na lista: Pedro (7º), Joaquim (55º) e João (30º), além de suas variantes (João Pedro, João Vítor, etc.); Manuel  ficou de fora.

Mas se estivéssemos em Portugal, essa lista não seria nem um pouco extensa. De acordo com o Instituto de Registros e Notariado daquele país, os nomes dos recém-nascidos “devem ser portugueses, de entre os constantes da onomástica portuguesa ou adaptados, gráfica e foneticamente, à língua portuguesa”. Assim, lá não vale Elizabeth, só Elisabete.

Para facilitar as coisas, o governo português fez uma lista dos nomes permitidos. Se eu tivesse nascido português, não teria problema nenhum: Marcelo pode.

Agora vamos conferir se  seu nome é um dos mais populares entre bebês nascidos em 2009? Em Portugal, ele é permitido? Veja as listas completas clicando aqui e aqui.

Autor: - Categoria(s): Brasil, Cotidiano, Listas Tags: , , ,
23/10/2009 - 17:01

A água mineral que mata (e enterra) a sede

Compartilhe: Twitter

Quando estava deixando Lisboa, a caminho do aeroporto, vi uma asilo chamado “Haja Deus”. Mais curioso que isso é o nome dessa água mineral que, com certeza, mata a sede de vez:  água mineral Penacova!

penacova

A água é produzida na região de Penacova, cidade portuguesa de 16 mil habitantes. Além de um nome bem engraçado, o município possui um Corpo de Bombeiros Penacova, responsável por apagar incêndios e atualizar um blog com suas aventuras.

PCV

Ah, quer saber o que fazer em Penacova? É só seguir o Twitter da Prefeitura de Penacova.

Autor: - Categoria(s): Bizarro Tags: , , ,
11/10/2009 - 05:48

Só vi 25 minutos de Cristiano Ronaldo

Compartilhe: Twitter

Estou em Lisboa! Quando entrei no avião a caminho daqui, recebi um exemplar de um jornal portugês. Na página de esportes, uma nota dava conta que apenas 10 mil dos 53 mil ingressos para o jogo Portugal x Hungria, no Estádio da Luz, haviam sido vendidos. Era um jogo chave para as pretensões de Portugal disputar a Copa de 2010. Ao desembarcar em Lisboa, larguei as malas no hotel e fui para as bilheterias. Consegui ingressos apenas para o anel superior. Paguei 15 euros pelo lugar na parte central (atrás dos gols, os ingressos mais baratos custam 10 euros). Era a chance de ver Cristiano Ronaldo em ação.

ingresso

A estação de metrô mais próxima fica a 500 metros da entrada. Como os ingressos são numerados (que maravilha!), todos deixam para chegar em cima da hora. foi meio tumultuada. Mas cheguei a tempo de ver a entrada dos times, as vaias para o técnico Carlos Queiroz e a execução dos hinos. Cristiano Ronaldo ficou em campo apenas 25 minutos porque sentiu uma contusão. Mas foram deles os melhores momentos de Portugal. Quando o camisa 7 saiu, os portugueses caíram de produção. No final do primeiro tempo, quase a retranqueira Hungria empatou.

estádio

Durante o jogo, não há sorveteiros ou pipoqueiros passando na sua frente. No intervalo, o público sai para comprar cachorro-quente, cerveja sem álcoool, refrigerante, pipoca, sorvete. Eu experimentei as queijadinhas típicas de Sintra -cidade turística próxima a Lisboa. Uma delícia! Começa o segundo tempo. A torcida grita o tempo todo: “Pur-tu-gal! Pur-tu-gal!” ou “Só mais um!” Portugal obedeceu: ganhou por 3 x 0 – dois de Simão Sabrosa e um do brasileiro Liédson e eu, feliz, comprei o cachecol comemorativo do jogo por 5 euros na saída.

Queijadas

Autor: - Categoria(s): Esporte Tags: , , , ,
Voltar ao topo