Publicidade

Publicidade

12/04/2010 - 00:20

Celular que funciona à base de refrigerante

Compartilhe: Twitter

Quem disse que consumir calorias é coisa apenas para os seres vivos? Os aparelhos eletrônicos também podem gostar de… refrigerante. O designer chinês Daizi Zheng projetou, a pedido da  Nokia, o Eco-Friendly. Ele é um celular que funciona à base de bebidas açucaradas. A ideia é dispensar as baterias convencionais, de lítio, fonte de energia mais cara e poluente.

A bateria movida à refrigerante é totalmente biodegradável. Funciona à base de carboidratos, presentes no açúcar da bebida. Além de ser bom para o meio ambiente, também representa um ganho em produtividade, já que tem uma duração entre três e quatro vezes maior que a as baterias convencionais.

Na hora de carregar, nada de tomadas e cabos. O celular tem uma tampa na parte superior, por onde se coloca a bebida. Uma vez que o refrigerante já abasteceu o aparelho, é preciso agitá-lo alguns instantes. Depois, é só fechar a tampa e sair falando. Quando acabar a bateria, basta jogar o líquido fora e adicionar um novo. Prático assim. Veja como funciona:

A assessoria de imprensa da Nokia no Brasil não soube informar se o projeto de Daizi Zheng será comercializado de fato pela empresa.

Autor: - Categoria(s): Invenções Tags: , , , ,
06/09/2009 - 16:53

Por que tudo é tão porcaria?

Compartilhe: Twitter

Começo a ver Cruzeiro x São Paulo e percebo uma estranha linha no meio do televisor. Não, não é nenhuma linha do campo de jogo. É um defeito na TV. Depois de muitos anos com uma velha Sanyo, resolvi comprar uma Samsung toda cheia de história. A Sanyo nunca foi para o conserto. O defeito da Samsung apareceu em seis meses. Já começo a pensar no transtorno que será levá-la à assistência técnica… Pois não existe coisa mais nebulosa que assistência técnica.

Certa vez, levei um aparelho de fax em uma delas e recebi um orçamento de 450 reais. Achei caro e fui atrás de outra. Na segunda, o atendente me disse que o papel estava ao contrário. Não cobrou nada.

Há três anos, comprei um aparelho de DVD da LG. Ele nunca funcionou. Quando levava na assistência técnica, me diziam que estava tudo normal. Só sei que me enrolaram um ano. Já estava me achando um retardado. Quando acabou a garantia, ahá, o problema misteriosamente apareceu. O valor do conserto era quase o mesmo de um aparelho novo. Joguei o aparelho da LG no lixo de raiva e prometi que jamais compraria nada deles.

Pode parecer coincidência, mas não é.  Os problemas agora se repetem em tudo o que a gente compra. Tudo é porcaria.  Comprei um celular da Nokia para meu filho mais velho. Depois de 11 meses de uso, o telefone simplesmente morreu. Procurou as assistências técnicas no site da empresa. Nenhuma no meu bairro. Mais um transtorno.

Minha mulher comprou um ferro de passar da Arno. Adivinhe? Depois de meia dúzia de passadas, também foi para a assistência técnica (que atendeu muito mal, por sinal).

Troquei de carro há pouco tempo. O carro novo da GM veio com uma porção de problemas na parte elétrica. Uma das portas e um dos vidros de trás simplesmente não abriam. Até o porta-luvas veio com defeito. Levar o carro para oficina significa ficar a pé por alguns dias. E o problema passa a ser exclusivamente seu. A empresa já vendeu mesmo…   Duvido que esse carro tenha passado por qualquer controle de qualidade.

Todas as empresas gastam milhões em marketing. Mas marketing, como se sabe, não garantem a qualidade do produto. Por isso vou me dedicar a falar mal de todas elas.

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Propaganda Tags: , , , , ,
Voltar ao topo