Publicidade

Publicidade

08/02/2010 - 19:48

Saints, Colts, Cowboys e Raiders

Compartilhe: Twitter

Saints ou Colts? Embora não tenha visto rigorosamente nenhuma partida da NFL este ano, lá estava eu tendo que decidir para qual dos dois times iria torcer: New Orleans Saints ou Indianapolis Colts. Sim: fiz um balde de pipoca e fui para frente da TV assistir ao SuperBowl Meu filho mais velho, que acompanhou todo o campeonato, escolheu o Saints. Lembrou da tragédia do furacão Katrina e me falou sobre a importância que o título teria para a cidade. Mas expliquei que “meu time” de futebol americano era mesmo o Colts. Minha primeira cobertura internacional de um grande evento esportivo aconteceu em 1987. Foi o Pan-Americano de Indianápolis, nos Estados Unidos. Como lembrança da viagem, fiz uma daquelas fotos de capas de revista com o uniforme do Colts. A foto está na casa dos meus pais (minha mãe a emprestou com a promessa que ela voltaria para sua casa). Como se vê abaixo, eu ainda usava barba (essa é outra história, que conto qualquer outro dia). Por causa da foto é que eu me apresentei como torcedor do Colts. Um pouco de rivalidade iria esquentar a decisão em casa…

Marcelo Capa Sport

Em 1988, na volta das Olimpíadas de Seul, parei em Los Angeles. Aproveitei a folga por lá para ver uma partida dos Raiders no maravilhoso Coliseu. Já não lembro o adversário, mas fiquei encantado com o estádio (embora tivessem me vendido o pior lugar de todos) e com o escudo do time. Quase virei casaca. Minha experiência seguinte com o futebol americano foi em Dallas, durante a cobertura de um torneio de futebol chamado Dallas Cup, em 1995. Comprei uma bola oval em miniatura para o Rodrigo. Mas, pelo visto, o presente não influenciou muito. Hoje ele é torcedor do New England Patriots. Mas, ontem, estava lá torcendo com tudo por uma causa maior. Rodrigo era Saints. No fundo, decidi que iria torcer pelo Colts para provocá-lo – e como vingança por ele ter virado são-paulino e ter me deixado sozinho na torcida do Corinthians. Ele vibrou como nunca. Torcia e tuitava. Veio a conquista e descobri que também estava feliz. Acho que não sou tão Colts assim. E os americanos mostraram mais uma vez como se faz um grande show.

Autor: - Categoria(s): Esporte Tags: , , , , , , ,
Voltar ao topo