Publicidade

Publicidade

04/03/2009 - 12:52

Não basta ser pai… Tem que inventar!

Compartilhe: Twitter

Caso você se chame Júlia ou Gabriel, parabéns! Os jornais de hoje publicaram que os dois nomes foram os campeões entre os bebês nascidos em 2008 na cidade de São Paulo.

Mas não é todo mundo que gosta dos chamados nomes comuns. Para fugir do óbvio, basta se inspirar no exemplo de algumas celebridades nacionais:

Nascido na semana passada, o filho do cantor Fábio Júnior com a modelo Mari Alexandre recebeu o curioso nome de Záion. Aliás, Fábio já tinha exercitado sua criatividade antes, ao batizar uma filha de Krízia.

Marisa Monte batizou seu primeiro filho de Mano Wladimir (a segunda, ufa, é Helena). A parceria paz e amor dos “Novos Baianos” Pepeu Gomes e Baby do Brasil rendeu vários frutos: Riroca (que depois mudou o nome para “Sarah Sheeva”), Nana Shara, Pedro Baby, Krishna Baby, Kriptus Baby e Zabelê.

O roqueiro Jim Morrisson foi a inspiração para nome do jogador de futebol Keirrison, o “K-9 do Palmeiras”. Tanto o nome dele quanto o do irmão mais velho, Kimarrison, foram escolhidos depois que o pai se encantou pela sonoridade do nome do músico. O caçula da família também não escapou de receber um nome estranho. Quando foi sugerir um nome para o irmão mais novo, Keirrison não teve dúvidas: Kayon.

Há dois anos, viajei para Manaus e fiz uma reportagem para o “Loucos por Futebol” com um homem chamado Tospericargerja – “Peri” para os íntimos. Ele nasceu logo depois da conquista do tricampeonato mundial de 1970. Original, seu pai resolveu homenagear seis campeões brasileiros: Tostão, Pelé, Rivellino, Carlos Alberto, Gerson e Jairzinho.

A lei 6.015, de 1973, determina que os oficiais de cartório estão proibidos de registrar crianças com nomes que podem expô-las ao ridículo ou a situações humilhantes. Antes disso, a criatividade na hora de batizar os filhos reinava solta:

Abc Lopes
Açafrão Fagundes
Bandeirante Brasileiro Paulistano
Bemvindo o Dia do Meu Nascimento Cardoso
Grande Felicidade Virgínia dos Reis
Nascente Nascido Puro
Zabumba Andrade Andreis

O site “O Guia dos Curiosos” tem uma lista com outros nomes estranhos. Clique aqui.

Autor: - Categoria(s): Celebridades, Humor, Listas Tags: , , , , , , , ,
10/12/2008 - 16:45

As "boleiras" da Playboy

Compartilhe: Twitter

Não acho que a contratação de Ronaldo Fenômeno pelo Corinthians tenha sido a notícia mais bombástica do futebol dos últimos tempos. Nem o hexacampeonato do São Paulo. Muito menos saber que o presidente da Federação Paulista não será mais convidado para ver o show da Madonna no Morumbi. A grande bomba, sem sombra de dúvida, é a capa da revista Sexy deste mês com as fotos de Dany Cavalieri, mulher do goleiro Diego Cavalieri, ex-Palmeiras, agora no Liverpool, da Inglaterra. Ela está na capa e em mais 21 páginas! Digo que é uma grande bomba porque o futebol é ainda um mundo muito machista e tamanha ousadia chama a atenção. Na Europa, isso é mais comum (ontem, aqui no IG, vimos a ex-namorada de Cristiano Ronaldo, que apareceu nua num calendário). No Brasil, são poucos os casos como o de Dany Cavalieri.

É só lembrar tudo o que aconteceu com a bandeirinha Ana Paula Oliveira depois de ter feito um ensaio para a Playboy. Foi apitar jogos da antipenúltima divisão.

Assim, de cabeça, lembro da atriz Terezinha Sodré, mulher do capitão do tri Carlos Alberto Torres, capa da Playboy em outubro de 1986 (somente no Rio de Janeiro. Em outras capitais, ela saiu numa janelinha da capa).

Talvez você lembre de várias namoradas ou ex-namoradas de jogadores que saíram peladas. Duas ex-namoradas do próprio Fenômeno saíram juntas num mesmo ensaio em janeiro de 1998: Nádia França e Viviane Brunieri (que se tornou estrela de filmes pornôs).

Karen Matzenbacher posou para Playboy em abril de 1995. Na época, ela foi apresentada como namorada de um zagueiro da Seleção Brasileira de 1994. Oito meses depois, ela se casaria com o centroavante Jardel e passaria a assinar como Karen Ribeiro. Os dois se separaram em 2002.

Mari Alexandre, hoje sra. Fábio Júnior, também passou pela capa de Playboy em abril de 1992 e foi namorada de Juninho Paulista, ex-São Paulo, Palmeiras e Vasco.

Em fevereiro de 1995, a revista causou escândalo com o ensaio de Andréa de Oliveira, que se apresentava como amante do centroavante Romário. Foi o maior bafafá.

A aniversariante de hoje, Luma de Oliveira, foi namorada do ex-jogador e agora técnico (no momento desempregado) Renato Gaúcho. Ele contou detalhes do relacionamento numa entrevista à revista Interview. Mas Luma já havia posado para a Playboy em setembro de 1987, antes do relacionamento.

Em janeiro deste ano, a Playboy trouxe também do jeito que veio ao mundo Letícia Carlos, já ex-namorada do são-paulino Richarlysson. Alguns jornais chegaram a noticiar um pequeno affair de Letícia com outro jogador, Denílson, então no Palmeiras.

Você deve estar pensando que esqueci da principal… Xuxa, a namorada de Pelé. Não. Achei melhor não colocar foto da capa de Playboy de dezembro de 1982. Xuxa tem uma porção de advogados que ficam monitorando a internet e mandando notificações para quem ousar publicar algo que ela quer que as pessoas esqueçam. Então melhor não mexer com ela.

Autor: - Categoria(s): Celebridades Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo