Publicidade

Publicidade

11/03/2010 - 22:11

O site que sabe tudo

Compartilhe: Twitter

No dia em que nasci, 31 de outubro de 1964, o sol nasceu em São Paulo às 5h21 e se pôs às 18h20. Foram 12 horas e 58 minutos de luz solar. A data aconteceu há exatos 16.567 dias e que a lua estava na fase crescente. Uma em cada 7.634 pessoas que nascem nos Estados Unidos atualmente se chama Marcelo, o 775º nome mais usado naquele país. A idade mais comum dos Marcelos norte-americanos é de 2 anos. Mais: 228 Marcelos nascem por ano nos Estados Unidos. Ao todo, os cerca de 3.415 Marcelos vivos hoje correspondem a 0,0014% da população do país.

Todas essas informações estão no site WolframAlpha, que se apresenta assim: “A longo prazo, desejamos fazer com que todo conhecimento sistemático seja imediatamente mensurado e acessível a todos. Nosso objetivo é coletar e apurar todo dado objetivo; implementar todo modelo, método e algoritmo conhecido; e tornar possível computar qualquer coisa que possa ser computada sobre tudo.” Ufa!

O site também dá informações em tempo real. Hoje, ao digitar “brazillian real”, ele informou que 1 real vale 0,56 dólares, 0,41 euros e 2,18 pesos argentinos, entre outras cotações. Ou, quando busco por “São Paulo”, o WolframAlpha me disse que o vento soprava a 4 metros por segundo, fazia 31 ºC, a umidade relativa era de 41% e que o céu estava parcialmente nublado.

As comparações também são o forte da página. Quando procuro por “São Paulo” e “New York”, descubro que as duas cidades estão separadas por 7.652 quilômetros, e que o tempo de voo de uma para outra é de aproximadamente 8 horas e 40 minutos. Para os que gostam de investir na bolsa, essa é uma ferramenta poderosa. Buscando “Petrobras” ao lado de “CSN”, o site compara o valor de mercado, o preço das ações (atualizado), traz gráficos com o desempenho de ambas, entre diversas outras informações.

Todo o WolframAlpha é baseado num programa de computador chamado Mathematica. Criado pelo inglês Stephen Wolfram, o Mathematica é um complexo sistema de banco de dados desenvolvido desde 1988. O site foi um desdobramento do Mathematica, e entrou no ar em 15 de maio do ano passado. Por funcionar como um supercomputador com o poder de calcular, o WolframAlpha também dá respostas a equações matemáticas (essa é boa para os que não gostam de estudar!). Ao colocar a equação x²+2x-4=0 para o site resolver, ele não apenas dá a resposta, como também fornece o gráfico:

Agora é só você entrar lá e perder algumas horas descobrindo informações curiosíssimas!

Autor: - Categoria(s): Sites curiosos Tags: , , , ,
04/03/2010 - 21:26

O que seria de nós sem o Google?

Compartilhe: Twitter

O que seria de nossa vida sem o Google?  Qualquer pesquisa que decidimos fazer na rede, por mais simples que seja, passa pelo Google. No ar desde 4 de setembro de 1998, o site teve dois criadores: o norte-americano Larry Page e o russo radicado nos Estados Unidos Sergey Brin. Eles se conheceram quando ambos faziam doutorado na Universidade de Stanford.

Donos de uma empresa que tem um valor de mercado estimado em 170 bilhões de dólares, Larry e Sergey provavelmente não precisarão se preocupar em arranjar um emprego novo pelo resto da vida. Apesar disso, o publicitário brasileiro Fabio Resende resolveu imaginar como seria o currículo de  Sergey  nos dias de hoje. O resultado é a imagem abaixo.

ZKSAJ

Brincadeiras à parte, é engraçado perceber o que os usuários acham do Google. Ao escrever a frase “O Google é…” no navegador do site, o próprio Google dá sugestões de pesquisas. Entre “Deus”, “retardado” e “seu amigo”, o Google é muitas coisas na cabeça do internauta.

google

Entre os usuários que falam inglês, as preocupações com o Google são outras. Aliás, uma das buscas sugeridas pelo site quando escrevemos “Google is…” é “Google is hiring” (“Google está contratando”). A empresa tem fama de ser um dos melhores lugares para se trabalhar no mundo. É, pelo jeito Sergey Brin não vai mudar de emprego tão cedo.

google2

Autor: - Categoria(s): sites Tags: , , , , ,
22/01/2010 - 09:20

As senhas mais populares da internet. Qual é a sua?

Compartilhe: Twitter

Se você tem 100 amigos virtuais, é muito provável que a senha de pelo menos um deles seja “123456”. No mês passado, um hacker invadiu o sistema da RockYou, uma empresa que faz programas para redes sociais, e roubou uma lista com cerca de 32 milhões de senhas. Para ser mais exato, 32.603.388 senhas. Não contente, ele ainda divulgou essa lista — que serviu para pesquisadores analisarem o comportamento dos internautas em relação às senhas.

A empresa de proteção de dados Imperva, que analisou as senhas, fez um ranking das mais usadas. No topo, “123456” equivale a aproximadamente 1% do total — seguido do preguiçoso “12345”, em segundo, e do ousado “123456789”, em terceiro. “Password” e “iloveyou” completam o top cinco.

lista

Como a maioria dos usuários da RockYou mora nos Estados Unidos, boa parte das senhas que aparece na lista está em inglês. Mesmo assim, se destacam “abc123”, em 10º, “qwerty”, em 20º, e “chocolate” , na 28ª colocação.

Autor: - Categoria(s): Listas Tags: , ,
20/01/2010 - 20:52

Como cometer um suicídio seguro na Web 2.0

Compartilhe: Twitter

Desde que as várias redes sociais — como Orkut, Facebook e Twitter — passaram a fazer parte do nosso cotidiano, tem sido cada vez mais difícil sumir de vez da internet.

No Twitter, por exemplo, mesmo que você exclua sua conta, todas as mensagens postadas continuam armazenadas em bancos de dados, bem como as referências feitas a você por outras pessoas. Assim, com uma rápida pesquisa no Google, é possível encontrar tudo o foi escrito por você ou dito sobre você.

suicide

É para terminar com isso que foi criada a Máquina de Suicídio da Web 2.0 (SuicideMachine.org). Trata-se de um site capaz de excluir totalmente suas contas no Twitter, Facebook, LinkedIn e MySpace. No serviço de microblogging, ele deleta não apenas seus tweetts, um por um, como também retira todos os amigos de sua lista. De acordo com o site, o trabalho que demoraria 9 horas e 35 minutos para ser feito manualmente, leva apenas 52 minutos para o SuicideMachine fazer.

Na página principal, para encorajar aqueles que ainda não estão certos do suicídio virtual, há várias frases de incentivo como “Melhore seus relacionamentos!” e “Diga adeus com dignidade!”. Ainda é possível ver fotos das últimas pessoas que apertaram o botão vermelho de “suicídio”, além de ler suas últimas palavras — que frequentemente são “ciao”, “bye” e coisas do gênero.

Enquanto você não decide se sai ou não do Twitter, pode me seguir em duas contas: @mdcurioso e @guiadoscuriosos.

Autor: - Categoria(s): sites, Sites curiosos Tags: , , , ,
28/06/2009 - 16:31

Um site para indecisos. Vai visitar ou não?

Compartilhe: Twitter

Você é uma pessoa indecisa? Ihhhhh, tá demorando muito para responder… Você nunca sabe que filme assistir ou o que comer na hora do almoço? A ferramenta online Hunch foi criada para pessoas como você e pode ajudar a sanar parte dessas dúvidas.

Desenvolvida por Caterina Fake, co-fundadora do Flickr, site que armazena e compartilha fotos, o Hunch trabalha a partir do conceito de “árvores de decisão”. Você responde a perguntas genéricas, relativas a seus gostos pessoais e à dúvida que você quer responder. A partir daí,  o site apresenta recomendações e sugestões.

Fiz um teste: “Para onde devo ir nas férias?” Tive que responder a dez perguntas. A primeira era sobre o tipo de lugar (muito verde, praia, montanha, água fresca ou urbano?). Pedi também um destino com o charme do Velho Mundo, vibrante  e excitante, nem muito quente nem muito frio, cidade grande, com ar romântico, perto de outros lugares importantes e que eu pudesse ir de avião. A cidade indicada foi Roma. Mas, como é um site para indecisos, lembra?, o negócio não fica só na primeira sugestão. Havia também indicação para Madrid e Tóquio. Ainda apertei o botão “All Results” e apareceu uma lista de 211 indicações. Muitas tinham mesmo o meu tipo de perfil de viajante. Mas dar 211 opções para um sujeito indeciso é uma tortura, não?

O legal é que o site armazena as informações que você adiciona ao responder as perguntas. Ou seja: quanto mais você usa o Hunch, mais “inteligente” e afinado com os seus gostos ele fica.

Autor: - Categoria(s): Sites curiosos Tags: , , , , , ,
Voltar ao topo