Publicidade

Publicidade

10/03/2009 - 14:19

A morte pede passagem… no seu computador

Compartilhe: Twitter

A revista online Obit Magazine é especializada em obituários, notícias e curiosidades sobre aqueles que passaram dessa para melhor.

Uma das sessões mais interessantes é “Died on the same day”, que relaciona personalidades que morreram no mesmo dia.

No ar desde abril de 2007, a revista online procura deixar sempre de lado o tom mórbido e aproveita para “observar a vida pela lente da morte”.

No obituário do ator Heath Ledger, a Obit Magazine escreveu: “Se existe um ‘Triângulo das Bermudas’ para a morte trágicas de celebridades, ele é a transição dos 27 para os 28 anos que levou Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Tim Buckey, Kurt Cobain – e agora o ator australiano Heath Ledger”

Para conhecer outras celebridades que morreram antes dos 30 anos, clique aqui.

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Sites curiosos Tags: , , , ,
23/02/2009 - 01:54

As chatices da entrega do Oscar

Compartilhe: Twitter

Estou escrevendo agora para provar que fiquei assistindo à cerimônia do Oscar na TNT até o final. Bem, preciso confessar que pensei em desistir várias vezes. Que chatice! Nada contra a cerimônia em si, que até gostei. Por exemplo: a homenagem aos musicais, com Beyoncé, Hugh Jackman, Zac Efron e Vanessa Hudgens, foi bem bacana – e já estava postada no You Tube menos de uma hora depois (com uma qualidade ruim, é verdade)

Também me emocionei com Jerry Lewis, um dos meus comediantes preferidos, e com o prêmio póstumo a Heath Ledger.  A apresentação dos prêmios de roteiro original e roteiro adaptado foi bastante criativa (Steve Martin, divertidíssimo!).  As apresentações dos prêmios para ator, atriz, ator coadjuvante e atriz coadjuvante feitas por cinco consagrados atores foram bem tocantes. Uma ideia que deve ser repetida.

Então, por que, eu escrevi que a cerimônia foi uma chatice? A quantidade de intervalos comerciais foi um abuso. Comecei a ficar com ódio (sim, esta é a palavra) dos comerciais da Volkswagen e da Havaianas. Será que o sujeito da agência não pensa que o mesmo comercial repetido 500 vezes irrita qualquer um? A partir da meia noite, nos intervalos, trocava de canal. Até os bastidores do Carnaval na Bahia, apresentados pela Carla Perez, eram melhores do que aquela tortura.

Os discursos de agradecimento deveriam mesmo ser mais curtos. Por que todos precisam agradecer a Academia? Isso já economizaria uns 15 minutos das três horas e meia (tempo suficiente para ver dois longas…) Ah, a tradução simultânea parece ser um problema insolúvel. Resolvi apertar a tecla SAP. Afinal, os trocadilhos que eu não entendia, os apresentadores também não entendiam. Então, dava na mesma.

Autor: - Categoria(s): Celebridades, Cinema Tags: , , , , , , ,
17/12/2008 - 15:46

Os 10 mais famosos beijos gays de celebridades

Compartilhe: Twitter

Como eu escrevi no post anterior, o que não falta em final de ano é lista. A revista VIP, por exemplo, publicou uma reportagem muito legal sobre as mais famosas cenas lésbicas do cinema e da TV. Aproveitando que Madonna está entre nós, fiz uma lista com “Os 10 mais famosos beijos gays de celebridades”  (incluindo a popstar em primeiro lugar, óbvio!):

Britney Spears, Christina Aguilera e Madonna

Madonna beijou as duas princesinhas do pop na premiação “MTV Music Awards” de 2003. Vestidas de noiva, Britney Spears e Cristina Aguilera reprisaram a performance de “Like a Virgin”, feito por Madonna em 1984. Depois, a própria apareceu vestida de noivo, cantando “Hollywood”. No final do número, Madonna beijou Britney e depois, Cristina.

Daniel Craig e Toby Jones
O filme “Confidencial”(2005) causou polêmica ao mostrar uma cena de beijo entre os atores Daniel Craig e Toby Jones. Na época, Craig estava sendo cotado para o papel de James Bond no filme “Cassino Royale”. A trama conta os bastidores da produção do livro “A Sangue Frio”, escrito por Truman Capote sobre o brutal assassinato da família Clutter, em uma cidadezinha do Meio-Oeste americano. Daniel Craig interpreta Perry Smith, acusado do crime e Toby Jones, Truman Capote.

Diego Luna e Gael García Bernal
Os atores se beijaram no filme “E tua mãe também” (2001), escrito e dirigido por Alfonso Cuarón. Na trama, os dois são amigos de infância que, ao viajar com uma mulher mais velha pelo interior do México, fazem importantes descobertas sobre sexo, amor e amizade.

Kate Perry
“Eu beijei uma garota e gostei!” A música da  cantora norte-americana Kate Perry tornou-se um grande sucesso em 2008 com a letra apimentada e irônica de “I kissed a girl”. A música causou polêmica entre conservadores e liberais – os primeiros a consideraram “indecente”, enquanto que ativistas homossexuais classificaram a música como “homofóbica” e “misândrica”.

Guilherme Weber e Bruno Garcia
O beijo roubado de Bruno Garcia por Guilherme Weber, na minissérie “Queridos Amigos” (2008), foi o primeiro beijo gay em uma produção da Rede Globo. A história se passa no final dos anos 80 e enfoca o reencontro de uma turma de amigos cuja juventude se passou nos anos 60, em plena Ditadura Militar. Guilherme Weber interpretava o problemático Benny, homossexual assumido que nutre uma paixão platônica pelo amargurado escritor Pedro (Bruno Garcia).

L Word
A série mostra o dia-a-dia, os conflitos e  os relacionamentos de um grupo de amigas lésbicas que vive em Los Angeles. A produção, que estreou no dia 18 de janeiro de 2004 nos Estados Unidos, está na sua sexta temporada. Ao longo de todo o seriado, aparecem cenas de beijo e sexo entre as mulheres da trama.

Penelope Cruz e Scarlett Johansson
Beijar Penélope Cruz não é nada sexy – ao menos essa é a opinião da atriz Scarlett Johansson. As duas  – que também dividiram cama e cena com o ator espanhol Javier Bardem – se beijaram no filme “Vicky Cristina Barcelona” (2008), de Woody Allen. Scarlett Johansson interpreta uma jovem americana que viaja para Barcelona com a melhor amiga (Rebecca Hall). Em Barcelona, elas são convidadas pelo pintor Juan Antonio (Javier Bardem) para passar um fim de semana em Oviedo “fazendo sexo e tomando um bom vinho”. O trio é apimentado pela presença de uma explosiva Penélope Cruz, que interpreta a ex-mulher de Juan Antonio, Maria Elena. Apesar de admirar a beleza da atriz espanhola, Scarlett Johansson declarou que o beijo entre as duas foi bastante profissional. “Atuamos cercadas por uma equipe de 60 pessoas, alguns almoçando, outros filmando, tentando captar o melhor ângulo”.

Selma Blair e Sarah Michelle Gellar
Sarah Michelle Gellar ensina Selma Blair a beijar no filme “Segundas Intenções” (1999). A cena, que acontece ao som da música “Coffe + Tv”, da banda inglesa Blur, foi eleita o “Melhor Beijo do Ano” na premiação “MTV Movie Award”. A dupla também levou a quinta colocação na votação on-line do site lovefilm.com na categoria “melhor beijo” da história do cinema.

Heath Ledger e Jake Gyllenhaal

Impossível não citar o  beijo dos caubóis no filme “O segredo de Brokeback Mountain” (2005). Ele foi eleito  o “melhor beijo cinematográfico de todos os tempos” pelo site Lovefilm.com. O filme conta a história de dois homens que mantêm um relacionamento secreto no Meio-Oeste dos Estados Unidos. “O segredo de Brokeback Mountain” foi dirigido pelo chinês Ang Lee e estrelado por Heath Ledger e Jake Gyllenhaal. Baseado no conto  homônimo da escritora Annie Proulx, o filme levou o Oscar de  “melhor diretor”, “melhor canção original” e “melhor roteiro adaptado”

Ôpa, ainda falta um beijo para completar dez. Você arrisca algum palpite?

Autor: - Categoria(s): Celebridades Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo