Publicidade

Publicidade

28/09/2009 - 10:35

Os 25 piores filmes de todos os tempos

Compartilhe: Twitter

Você escolhe o filme com carinho, compra pipoca quentinha e consegue um ótimo lugar no cinema. Só que o filme é ruim de doer – enredo mirabolantes, péssimas atuações e trilha sonora nada memorável. Cansado desse tipo de situação, Renzo Mora enumerou algumas das piores experiências cinematográficas de todos os tempos no livro “Cinema Falado – 25 filmes que podem arruinar sua vida”.

Dirigido por Brian de Palma, adaptado de um livro de Tom Wolfe e com um elenco estelar que incluía Tom Hanks e Bruce Willis. Nem isso conseguiu redimir “A Fogueira das Vaidades” (1990) do primeiro lugar. De acordo com Renzo “Qualquer idiota pode fazer um filme ruim. Mas é preciso um gênio para pegar um dos livros mais interessantes dos anos 80 e um dos melhores atores de sua geração e fracassar retumbantemente.”

Garota boazinha vai para a cidade grande para perseguir seu sonho: tornar-se dançarina. O que acontece? Ela se torna uma “showgirl”, dançando nos balcões de bares em Las Vegas, mas nem por isso deixa de encontrar um grande amor. O que você pode esperar do filme “Showgirls”, dirigido por  Paul Verhoeven e estrelado pela ilustre desconhecida Elizabeth Berkley? “Performances risíveis”, “garantia de breguice” e “um delicioso tempero de pornografia”. E o segundo lugar da lista.

Filmes antigos também podem ser bastante ruins. “Sinceramente Teu” (1955), de Henry Blake, conta o drama de um pianista que começa a ensurdecer. Então ele passa o resto do longa metragem lendo lábios e observando dramas de desconhecidos, observados do alto da sua cobertura, por meio de indefectíveis binóculos.

“Você vai acreditar que um pato pode falar”. Afinal, o produtor executivo George Lucas gastou 2 milhões de dólares na fantasia do pato e colocou nada menos do que 8 atores diferentes lá dentro. A pérola é “Howard, o Pato” (1986), dirigida por Willard Huyck. Quem pagou a maior parte do mico como o pato interaláctico que cai na Terra e forma uma banda de rock foi o ator Ed Gale. O filme tem até mesmo uma cena com o passo de dança  “Moonwalk”, de Michael Jackson.

A lista segue com menções até mesmo clássicos como “Cleópatra” (1963), estrelado por Elizabeth Taylor. Confira o resto da lista feita por Renzo Mora:

5. “Hudson Hawk – O falcão está à solta” (1991)
6. “Ishtar” (1987)
7. “Duna” (1984)
8. “Lambada, a dança proibida” (1990)

9. “Cleópatra” (1963)
10. “Contato de risco” (2003)
11. “Mulher gato” (2004)
12. “Serpentes à bordo” (2006)
13. “Batman e Robin” (1997)
14. “Casseta & Planeta – A taça do mundo é nossa” (2003)
15. “Cinderela baiana” (1998)
16. “Jesus Cristo, caçador de vampiros” (2001)
17. “Jesus Zumbi!”(2007)
18. “Manos, as mãos do destino” (1966)
19. “Beto Rockefeller” (1970)
20. “Glen ou Glenda” (1953)
21. ‘Plano 9 do Espaço Sideral’ (1959)
22. “O cérebro que não queria morrer” (1962)
23. “A reconquista” (2000)
24. “Papai Noel conquista os marcianos”(1964)
25. “Salve-se quem puder” (2007)

Na sua opinião, algum filme ruim ficou fora dessa lista?

Autor: - Categoria(s): Cinema Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
14/05/2009 - 00:02

Guerra dos polegares nas estrelas

Compartilhe: Twitter

Quem faz aniversário hoje é o diretor George Lucas. O criador de Guerra nas Estrelas e Caçadores da Arca Perdida está completando 65 anos. Ele cresceu num rancho que produzia nozes. Ainda jovem, George Lucas quis ser piloto de carro de corrida, mas sofreu um sério acidente automobilístico. Passou meses numa cama de hospital e desistiu da idéia.

Em 1967, Lucas ganhou uma bolsa do estúdio Warner Brothers para acompanhar as filmagens de “Finian’s Rainbow” (1968), dirigido por Francis Ford Coppola. Os dois se tornaram grandes amigos.

Ele se inspirou no seriado “Flash Gordon” dos anos 30 e no filme “O Planeta dos Macacos” para escrever o roteiro da série Guerra nas Estrelas. Foi ele mesmo quem bancou a produção do filme.  Guerra nas Estrelas deve ser o filme que mais paródias recebeu na história do cinema. Uma delas foi estrelada por dedos. Sim, polegares, indicadores, médios, anulares e mínimos. Dedos dos pés também fazem participações especiais.

Os dedos também estrelaram paródias de outros filmes de sucesso. A palavra-chave é “thumb”, dedão em inglês. Você encontrará no YouTube versões de Batman, Frankenstein e Matrix (veja um trechinho abaixo) 


 

Autor: - Categoria(s): Cinema, Humor Tags: , , ,
25/05/2008 - 18:55

Caçadores das curiosidades perdidas

Compartilhe: Twitter

Ainda não fui ver o novo filme de Indiana Jones. Mas é programa certo para esta semana, pode ter certeza. Coloquei algumas curiosidades sobre o herói no site do Guia dos Curiosos. Aqui vai um pequeno aperitivo:

1. O herói foi batizado por George Lucas com o mesmo nome de seu cachorro, da raça malamute. Já a musa Willie, par romântico de Indiana Jones em “O Templo da Perdição”, recebeu o nome do cãozinho de Steven Spielberg.

2. O roteiro original do filme “Indiana Jones e o Templo da Perdição” tinha uma cena longa de um duelo entre Indiana Jones, armado somente com um revólver, e um homem que fazia malabarismos com uma espada. Na hora da filmagem, porém, a cena teve que ser mais curta. Motivo: Harrison Ford estava com diarréia.

3. Em “Caçadores da Arca Perdida”, as cenas vividas na cidade do Cairo, Egito, foram gravadas na Tunísia. Como a ação se passa nos anos 1930, a equipe precisou tirar, e depois recolocar, cerca de 300 antenas de televisão nos telhados das casas.

4. Ainda em “Caçadores da Arca Perdida”, em uma das colunas do Poço das Almas, local onde estava a Arca da Aliança, há um hieróglifo com a figura do robô R2D2, de “Guerra nas Estrelas”.

5. Em outra cena no Poço das Almas, em “Caçadores da Arca Perdida”, cerca de 1 mil cobras foram providenciadas pela produção. Spielberg achou pouco e quis mais 7 mil.

6. No último episódio da trilogia, o ator Sean Connery fez o papel do pai de Indiana. Na vida real, no entanto, Harrison Ford é somente 12 anos mais novo que Sean.

Na internet, um sujeito inventou uma letra para a música-tema de Indiana Jones. Vale a pena dar uma conferida:

http://www.youtube.com/watch?v=fTrK4VQG93Y

Outro grupo de malucos resolveu gravar a famosa cena da perseguição da pedra nas ladeiras de São Francisco. Só que a tal pedra foi feita com 5 milhões de pecinhas lego.

http://www.youtube.com/watch?v=VFGVzt7c5bY

Autor: - Categoria(s): Cinema, Sem categoria Tags: , , , , , , ,
Voltar ao topo