Publicidade

Publicidade

Arquivo da Categoria Sem categoria

23/12/2009 - 14:58

A polêmica sobre a letra do Hino Nacional

Compartilhe: Twitter

Não é a primeira vez que esse assunto vem à tona.  Um vídeo que se tornou um viral  na internet nos últimos meses fala de  uma suposta introdução ao Hino Nacional Brasileiro. Seria um trecho do hino que teria se perdido ao longo do tempo.

Vamos aos fatos: o vídeo foi produzido pela equipe da agência de comunicação DW, e traz uma gravação da letra atribuída a Américo de Moura, um político que foi presidente das províncias do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro — cargo semelhante ao atual governador — no final do século XIX.

Gabriel Klein, dono da agência, explica que o vídeo foi feito por acaso. “Estávamos pesquisando material para um cliente e descobrimos essa letra. Fomos eu e mais dois para o estúdio e gravamos em cima da música, por diversão.”

De acordo com Cecília Duque-Estrada, bisneta de Osório Duque-Estrada — compositor do Hino Nacional —, não há mesmo qualquer registro de que essa introdução tenha feito parte do Hino Nacional, escolhido em um concurso público, em 1909. “Não achamos nenhuma referência a essa introdução nos textos do Osório”, explica Cecília. Ela montou, junto com a irmã, Eliza, o site Hino 100 Anos, que comemorou este ano o centenário do Hino Nacional. “Perguntamos a músicos e eles nos confirmaram que a letra dessa suposta introdução não segue a métrica do resto da música”, conclui Cecília.

Quer saber mais sobre hinos? Confira o livro “Hinos de Todos os Países do Mundo”.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , ,
11/12/2009 - 21:00

Os casos de doping nos campos brasileiros

Compartilhe: Twitter

O atacante Jobson, que jogou o Brasileirão pelo Botafogo, é o mais recente caso de doping no futebol. Na partida contra o Coritiba, dia 8 de novembro, o jogador foi pego no exame antidoping por uso de cocaína. Jobson estava emprestado ao alvinegro carioca pelo Brasiliense, e tinha um pré-contrato assinado com o Cruzeiro para a próxima temporada. Caso o doping se confirme, e o atacante seja suspenso, é improvável que ele vá para a equipe mineira.

jobson

Depois de vencer o Campeonato Brasileiro de 1990 pelo seu clube do coração, o Corinthians, Dinei passou pelo futebol suíço e por Guarani, Portuguesa, Internacional e Cruzeiro, antes de chegar ao Coritiba, em 1996. Foi quando um teste antidoping deu positivo para cocaína, e o jogador admitiu ser usuário da droga. Ele foi suspenso por 240 dias. Em 1998 voltou para o Corinthians e venceu mais dois Brasileiros e o Mundial de Clubes da Fifa.

dinei

Mas nem sempre a culpa pelo doping é do atleta. Foi o caso de Dodô, do Vasco, em 14 de junho de 2007. Em um teste feito depois da partida Botafogo 2 x Vasco 0, dois gols do atacante, ficou constatado que a urina de Dodô continha a substância femproporex, usada para perda de peso. Dodô jurou de pés juntos que não havia consumido nada fora do clube. A palavra dele só foi confirmada depois que testes feitos pela USP detectaram a femproporex em comprimidos de cafeína servidos pelo clube aos jogadores. Mesmo assim, o atacante foi suspenso por 2 anos, e deve voltar aos gramados no ano que vem.

Um dos mais antigos casos de doping no Brasil foi o do atacante Campos, do Atlético Mineiro. Em 1973, Campos foi atingido pelo joelho do zagueiro vascaíno Renê — o mesmo que marcou o pênalti que resultaria no milésimo gol de Pelé. Tomando remédios para se recuperar, o jogador atleticano foi suspenso por 60 dias, depois que o exame antidoping apontou a substância efedrina em sua urina.

campos

Quer mais? Entre no Guia dos Curiosos Futebol e veja mais casos de doping.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , , , ,
05/10/2009 - 10:34

Abacatinho, a tubaína sabor abacate

Compartilhe: Twitter

Promessa é dívida. No sábado, experimentamos duas diferentes tubaínas no quadro Degustação Curiosa do “Você é Curioso?”. A primeira foi a Cotuba, famosa no interior de São Paulo. Mas eu estava mesmo curioso para experimentar o Abacatinho, refrigerante de abacate, segundo o rótulo. Ele é fabricado em Ubá-MG e foi enviado pelo ouvinte Sérgio Rodrigues. A cor é mais escura que o guaraná normal, mas não dá para perceber o gosto do extrato de folha de abacate. Aqui está a embalagem!

Abacatinho

Você confere mais sobre as deliciosas tubaínas aqui.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
28/08/2009 - 13:54

Times de futebol com nome de gente — parte 2

Compartilhe: Twitter

O post sobre times de futebol com nome de gente rendeu muitos comentários. Por isso, resolvi voltar ao assunto, com outros nomes. A diferença é que, dessa vez, a maioria dos times é brasileira.

Para começar, o Clube de Regatas Vasco da Gama, que leva o nome do descobridor português do século XVI. Ele foi homenageado porque em 1898, ano de fundação do clube, a descoberta do caminho marítimo para a Índia, feita por ele, completava 400 anos. Na foto abaixo, você pode ver Geovani e Zico, maior ídolo do Flamengo, usando a camisa do Vasco. Foi no jogo contra o La Coruña, da Espanha, em 24 de março de 1993, na despedida dos campos de Roberto Dinamite.

Os imigrantes portugueses que moram no Rio de Janeiro sempre ajudaram o Vasco. Uma boa história está no livro “Bola Fora“, de Paulo Vinícius Coelho, o PVC da ESPN-Brasil. Segundo ele, na década de 1920, jogadores pobres do Vasco recebiam salários como se fossem funcionários dos armazéns de portugueses. Assim poderiam treinar durante o dia, em vez de trabalhar. Isso fazia com que o time jogasse melhor que a maioria — já que treinar, naquela época, não era um hábito entre os clubes de futebol.

O Clube Náutico Marcílio Dias, fundado na cidade de Itajaí (SC), em 17 de março de 1919, também homenageia uma pessoa. Como muitos outros clubes de futebol, o Marcílio Dias começou disputando apenas provas de remo. Por isso, nada mais propício que pegar emprestado o nome de um marinheiro. O gaúcho Marcílio Dias morreu na Batalha do Riachuelo, durante a Guerra do Paraguai. O Marcílio Dias manda os seus jogos no estádio Hercílio Luz.

Aliás, o ex-governador de Santa Catarina Hercílio Luz também foi homenageado por um time de futebol, o Hercílio Luz Futebol Clube, de Tubarão. Fundado em 22 de dezembro de 1918, o “Leão do Sul” ficou 15 anos sem um time de futebol profissional, de 1993 a 2008, quando voltou aos campos. Esse ano, a equipe está disputando a segunda divisão do campeonato catarinense, que termina em novembro. É líder do returno, com 10 pontos.

Foi de Nova York que saiu o hidroavião Sampaio Corrêa II (foto), em novembro de 1922. Exatos 5.678 quilômetros depois, ele fez seu pouso final no Rio de Janeiro, em fevereiro do ano seguinte. Os pilotos eram o brasileiro Pinto Martins e o americano Walter Hinton. No meio do caminho, passou pela cidade de São Luís (MA), no dia 12 de dezembro de 1922, onde acabou por batizar um time de futebol. A Associação Sampaio Corrêa Futebol Clube foi criada em 25 de março de 1923. O avião tinha sido doado pelo senador carioca José Mattoso de Sampaio Corrêa, presidente do Aeroclube Brasileiro, que recebeu a homenagem.

Assim como o Perilima do primeiro post, a Sociedade Esportiva Matsubara, de Cambará (PR), teve o nome inspirado no presidente do clube. Em 18 de dezembro de 1975, Sueo Matsubara, imigrante japonês, fundou o clube com seu sobrenome. A avenida em frente ao estádio regional de Cambará, onde o time manda seus jogos, também leva o nome de um Matsubara, Tsuneto.

No primeiro dia do ano de 1910, na casa de Nicolás Marin Moreno, surgiu o Club Atlético Argentinos de Vélez Sarsfield — que, três anos depois, seria abreviado para Club Atlético Vélez Sarsfield. O homenageado foi o advogado e político argentino Dalmacio Vélez Sarsfield, que escreveu o código civil argentino em 1869. Uma das marcas registradas do Vélez é o grande “V” que tem no uniforme. A maior conquista do time foi a Taça Intercontinental de 1994, em cima do Milan. Para tanto, os argentinos impediram o São Paulo de ser tri da Libertadores.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , , , ,
27/05/2009 - 15:58

Todas as primeiras vezes de Brooke Shields

Compartilhe: Twitter

A modelo e atriz Brooke Shields declarou recentemente à revista norte-americana “Health” que só perdeu a virgindade aos 22 anos. Brooke atribui o começo tardia de sua vida sexual aos seus problemas de auto-estima, relacionados ao seu peso.

É difícil imaginar isso vindo da beldade que marcou uma geração com as cenas de iniciação sexual do filme “A Lagoa Azul”(1980), possivelmente o mais reprisado da história da “Sessão da Tarde”. Na trama, duas crianças sobreviventes de um naufrágio crescem isolados do mundo em uma ilha deserta. Com apenas 15 anos na época, Brooke foi catapultada para o sucesso ao realizar algumas das mais famosas cenas de descoberta da vida sexual, contracenando com o também ator mirim Christopher Atkins (ao contrário de Brooke, Atkins não conseguiu consolidar sua carreira).

Antes de “A Lagoa Azul”, Brooke Shields havia interpretado a prostituta infantil Violet no filme “Pretty Baby” (1978), do diretor Louis Malle. Na trama, Violet tem sua virgindade leiloada com apenas 12 anos.

Brooke Shields também estrelou uma série de insinuantes comerciais da marca de jeans Calvin Klein na década de 80. Uma das frases mais famosas do anúncio era: “Quer saber o que há entre mim e o meu Calvin? Nada”.

Quer saber quando outras celebridades perderam a virgindade? Confira a lista aqui.

Autor: - Categoria(s): Celebridades, Cinema, Sem categoria Tags: , , , ,
26/05/2009 - 15:40

A escolha dos sutiãs mais criativos

Compartilhe: Twitter

A marca de lingerie Triumph lançou um concurso para jovens estudantes de moda. O “Triumph Inspiration Award” dará um prêmio de 15 mil euros ao estilista que criar o conjunto de sutiã e calcinha mais criativo. Em 2008, a vencedora foi a estilista japonesa Midori Matsuo, que bateu 31 concorrentes com a produção “Under Skin”:

Também em 2008, uma das finalistas foi a brasileira Adriana Marques, que criou uma peça inspirada em um vestido de noiva, aqui usada por uma modelo:

A alemã Theresa Bachler inspirou-se no glamour da década de 30 para criar o “Once Upon a Time” (“Era uma vez”, em inglês):

Em 2009, o tema do “Triumph Inspiration Award” será “Ícones”. Difícil?!?  Para dar uma mãozinha aos concorrentes, vamos lembrar de alguns sutiãs que foram ícones e entraram para a História.

Na virada do século 19, a francesa Herminie Cadolle rasgou ao meio o desconfortável espartilho e tornou-se a inventora do sutiã moderno. Tal modelo foi aperfeiçoado em 1931 pela socialite americana Mary Phelps e passou a ser produzido em escala comercial pela empresa Warner:

Na década de 1940, o milionário americano Howard Hughes criou um sutiã com armação apenas na parte de baixo, desenhado para erguer e sustentar o busto:

Nos anos 60, grupos feministas fizeram da queima de sutiãs símbolo da luta por direitos iguais na sociedade:

O sutiã em forma de cone, desenhado pelo estilista Jean Paul Gautier e usado pela  cantora Madonna nos palcos da turnê “Blonde Ambition”, tornou-se um símbolo da década de 90.

Dez anos depois, a princesa do pop Britney Spears causou frisson ao aparecer só de sutiã e calça cor da pele em sua performance na premiação americana VMA (Video Music Awards), cantando “I Can’t Get No(Satisfaction)”, dos Rolling Stones.

Um dos sutiãs mais impressionantes já criados foi o “Fantasy Bra”, da marca “Victoria’s Secret”. A  linha de sutiãs, feitos com diamantes,  já cobriu os seios de Gisele Bundchen, Tyra Banks, Adriana Lima e Heidi Klum. O modelo usado por Gisele foi estimado em 12,5 milhões de dólares:

Já Heidi Klum quebrou seu “Fantasy Bra”  – cujo valor foi estimado em 8 milhões de dólares – durante a gravação do talk-show apresentado por Jay Leno, em outubro de 2003. Para sorte de Heidi, a produção conseguiu consertar o sutiã milionário com fita adesiva.

Para terminar, vale lembrar também do ícone do cinema trash “Elvira, a rainha das trevas”(1988). Uma das cenas mais memoráveis do longa é a “dança dos peitos”,  feita pela  sinistra beldade no finalzinho da história. Veja o sutiã-aranha que ela exibe a partir dos 2 minutos de vídeo.

Autor: - Categoria(s): Celebridades, Sem categoria Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
25/05/2009 - 15:07

Quer comprar uma camiseta com poderes mágicos?

Compartilhe: Twitter

Você vê algo de especial nesta camiseta com três lobos uivando para a Lua?

Pois centenas de usuários do site de vendas online “Amazon” acabaram transformando a camiseta “Three Wolf Moon” em objeto de desejo.

Tudo começou por causa de um comentário despretensioso, postado no site. O sujeito escreveu que a camiseta “atraía mulheres”. A brincadeira acabou gerando uma verdadeira onda de comentários bem-humorados, atestando que a camiseta possuía “poderes mágicos”.

“Eu estou nadando em um mar de gatinhas – escreveu outro usuário  – e também estou mais confiante no meu trabalho, esperando ser promovido em breve”.

O preço da camiseta varia de 11,99 a 19,99 dólares – a Amazon estima que a venda da camiseta tenha aumentado em 2.300% desde o começo da brincadeira.

Usuários do site também começaram a postar fotos modificadas de personalidades usando a camiseta “Three Wolf Moon”. Nem o presidente Barack Obama escapou da brincadeira.

Autor: - Categoria(s): Humor, Sem categoria Tags: , , , ,
22/05/2009 - 22:12

Em algum lugar do passado

Compartilhe: Twitter

Muita gente acredita que os jornais impressos vão desaparecer nas próximas décadas. De qualquer maneira, as novas tecnologias já aposentaram vários objetos e serviços comuns no dia-a-dia do século 20:

Celular “tijolão”


O primeiro modelo de celular foi criado em 1979 pela Ericsson. Eles eram enormes e basicamente só serviam para telefonar. Somente em meados dos anos 90 os celulares tornaram-se menores e mais modernos.

Ficha Telefônica

A ficha telefônica era usada para falar nos telefones públicos – os famosos orelhões – antes da invenção dos cartões telefônicos. A ficha era uma espécie de moeda que, depois de inserida no aparelho, resultava em 3 minutos de ligação. Foi daí que nasceu a expressão “cair a ficha”. 

Máquina fotográfica analógica

Você lembra do tempo que tirar fotos era sinônimo de comprar rolos de filmes de 12, 24 ou 36 poses? Pior era esperar a revelação para ver se a foto tinha ficado boa. Esse drama acabou quando as máquinas digitais se tornaram mais baratas e populares.

Máquina de escrever

O primeiro registro de patente de uma “máquina artificial para impressão de letras” data de 1714,  apresentado pelo inglês Henry Mill. O invento passou por várias atualizações e pegou de vez em 1910, quando o italiano Camilo Olivetti lançou o modelo que leva seu nome. Outra coisa que sumiu depois que os computadores substituíram as máquinas de escrever foram os cursos de datilografia.

Telegrama


O telégrafo usava a eletricidade para enviar mensagens através do código morse. Mas talvez o telegrama não esteja tão morto assim – O Blog do Curioso mostrou um teste de rapidez disputado pelo telégrafo e o SMS moderno.

Fax

O primeiro aparelho surgiu em 1947 – a ideia de transmitir material gráfico à distância existia desde 1843. Nos anos 70, o sistema de fac-símile foi implantado no Japão. O fax fez sucesso até que a popularização da Internet e dos computadores pessoais tirou o aparelho de cena.

Fita VHS


O primeiro aparelho de videocassete foi lançado pela Sony em junho de 1969. Os filmes eram transmitidos em VHS – fitas magnéticas de 13 milímetros de espessura. Um dos inconvenientes era que a fita precisava ser rebobinada depois de assistida – coisa que a geração DVD nunca vai entender.

Disquete

Inicialmente ele tinha 8 polegadas. O disquete foi inventado pela IBM em 1967. Depois, evoluiu e diminuiu de tamanho. O último disquete a fazer sucesso media cerca de 3,25 polegadas e comportava 1,44 megabytes. A popularização do CDs e DVDs graváveis e, mais atualmente, o pen driver – com capacidade de armazenamento de dados quase mil vezes maior – mandou os disquetes definitivamente para o fundo da gaveta.


Relógio de pulso será a próxima vítima?

O novo hábito de olhar as horas no celular tem tornado o relógio de pulso meio inútil para algumas pessoas. Será que ele será a próxima vítima do século 21?

E você? Ajude a aumentar esta lista. Tem saudade de alguma coisa que caiu em desuso?

Autor: - Categoria(s): Cotidiano, Sem categoria Tags: , , , , , , ,
19/02/2009 - 15:07

Peladões do mundo da música

Compartilhe: Twitter

Tem tanta gente pelada no Carnaval brasileiro que isso nem chama mais tanta atenção. Em compensação, na música… Morrissey, o ex-vocalista do The Smiths, apareceu pelado na capa do álbum “I’m Throwing My Arms Around Paris”. 

Acontece que a idéia (e a polêmica) não é lá muito nova. Quatro décadas atrás, o beatle John Lennon aparecia acompanhado de sua mulher, a artista plástica Yoko Ono, em um nu frontal na capa do álbum “Unfinished Music No. 1: The Two Virgins”. A foto, tirada pelos dois no porão do apartamento de Ringo Starr, causou problemas aos distribuidores, que foram obrigados a vender o disco parcialmente coberto por papel pardo.

Lennon também aparecereu como veio ao mundo na famosa capa da Rolling Stone, fotografada em 1980.

Eric Clapton era amigo dos Beatles e também chocou os mais conservadores com a capa do álbum “Blind Faith” (1969). A capa mostrava uma pré-adolescente capturada pelas lentes do fotógrafo Bob Seidemann.

Na mesma linha “Adão”, o excêntrico Prince posou nu para a capa do disco “LoveSexy”, em 1988:

Também em 1988, o quarteto californiano Red Hot Chili Peppers apimentou as lojas de cds com uma capa em que os membros da banda apareciam “vestidos” apenas por meias, enquanto atravessavam a rua no melhor estilo “Abbey Road”:

O Black Crowes usou uma foto da revista pornográfica americana “Hustler” para ilustrar a capa do disco “Amorica”, de 1994. Não é nu, mas é quase.

A idéia foi imitada pelos Strokes, no disco de estréia “Is This It?” (2001):

No Brasil,  uma das fotos de músicos nus mais controversa foi a da cantora Preta Gil, no encarte do disco “Prêt-à Porter”(2003):

Na época, a cantora foi criticada (inclusive por seu pai, Gilberto Gil, já ministro da Cultura) por exibir sua silhueta nas fotos. Ela deu o que falar!

Em 2008, os sempre comportados meninos do NX Zero surpreenderam ao aparecerem nus na capa da edição de junho da revista “Rolling Stone”:

Todos esses exemplos não chegam nem nos tornozelos da coleção de capas de álbum catalogadas no site LP Cover Lovers. Clique aqui para ver mais.

Autor: - Categoria(s): Música, Sem categoria Tags: , , , , , , , , ,
20/01/2009 - 07:00

Um brinde para Obama… Com refrigerante!

Compartilhe: Twitter

Na onda da “Obamania”, o empresário francês Jean Jacques Atisso criou a “Soda Obama”, refrigerante batizado com o nome do novo presidente dos Estados Unidos e que leva o slogan da campanha presidencial “Mudança em que podemos acreditar”.

O empresário descreve a bebida como “energética e motivadora” e diz esperar que a “Soda Obama” inspire os jovens franceses de classes baixas a lutar por mudanças.

Barack Hussein Obama toma posse hoje,  20 de janeiro de 2009 como o 44º presidente dos Estados Unidos.

Autor: - Categoria(s): Comes e bebes, Sem categoria Tags: , , ,
Voltar ao topo