Publicidade

Publicidade

Arquivo da Categoria Comes e bebes

20/04/2010 - 22:36

Faça o teste: de que países são estas bandeiras?

Compartilhe: Twitter

No ano passado, o Festival Internacional de Comida de Sydney, na Austrália, contou com uma campanha de divulgação bem criativa. A ideia era unir dois símbolos da identidade de cada país, a bandeira nacional e as comidas típicas. A criação é de Miles Jeffreys e Tammy Keegan, da agência de publicidade australiana Whybin TBWA. A dica veio do jornalista José Eduardo Camargo. Veja o resultado:

(Passe o mouse sobre a imagem para ver o nome do país)

Autor: - Categoria(s): Comes e bebes, Propaganda Tags: , , , , , , , ,
19/04/2010 - 18:16

Restaurante Lingerie: para comer com os olhos!

Compartilhe: Twitter

Os portugueses estão mesmo bem saidinhos! Depois de apreciar pratos afrodisíacos servidos por garçons semi-nus ou garçonetes de lingerie, o público ainda pode conferir shows de strip-tease ou table dance (dançarina faz gestos de sedução onde até há pouco você comia a sua sobremesa). Assim é o Restaurante Lingerie, que completará 7 anos na próxima quinta-feira. Nada a ver com casas masculinas que se proliferam ao redor do mundo. O Restaurante Lingerie recebe, de terça a sábado, casais e pequenos grupos mistos.

Portugal tem 131 habitantes por restaurante, número três vezes maior que a média europeia. E, mesmo com tantas opções, o Lingerie serviu 38.512 jantares em 2009. Vale ressaltar que, até o ano passado, ainda eram três unidades – Póvoa de Varzim, Vila Nova de Gaia e Albufeira. Uma quarta acaba de abrir suas portas em Viseu.

Além do serviço, os pratos também são temáticos. Têm ingredientes afrodisíacos e nomes sugestivos, como “Arrepio na Espinha”, “Orgia de Carnes”. “Viúva Insaciável”, “69 Italiano” e “O que tu queres… sei eu!”. O preço da refeição ronda os 35 € (cerca de R$ 85). Há também espaço para comemorações, como a já consagrada “Festa do Divórcio”.

Luis de Almeida, idealizador e diretor geral do grupo Lingerie, conversou com a repórter Karina Trevizan, do Blog do Curioso, diretamente de Portugal:

Quais foram as cenas mais curiosas que você testemunhou ao longo desses 7 anos?
As cenas mais curiosas acontecem nas festas de bodas de prata… Imagine um casal que celebra 25 anos juntos e convida os amigos e familiares para jantar num restaurante erótico. É muito giro (engraçado)! Outra cena bem interessante que presenciei foi no Dias dos Namorados. Um casal gay foi ao Lingerie para jantar e todos bateram palmas por eles se assumirem em público. Isso, para Portugal, é muito novo. Mas o que me marca diariamente são as expressões no rosto das pessoas. Ver as reações que elas vão tendo durante as várias fases do jantar é fantástico.

“Brincamos com o erotismo, mas não temos nada a ver prostituição” - Luis de Almeida

São expressões de aprovação ou de estranhamento?
Ah, são expressões de surpresa e satisfação. As pessoas adoram…

Como surgiu a ideia do Restaurante Lingerie?
Passeando pela Austrália, visitei um restaurante destinado a homens chamado “Gentleman Club”. Quando voltei para Portugal, adaptei o que vi à realidade europeia e criei este conceito para um público misto. É importante observar que brincamos com o erotismo, mas não temos nada a ver prostituição.

Os portugueses aceitaram logo um projeto tão ousado?
A mentalidade portuguesa é muito conservadora, e não foi fácil iniciar um projeto como esse aqui. Mas hoje me sinto feliz, pois as pessoas já distinguem o erotismo da pornografia e da prostituição.

O restaurante é mais frequentado por homens ou mulheres?
Calculo que 70% dos clientes são mulheres.

Então, se a maioria é feminina, o número de garçons sem roupa é maior que o de garçonetes com lingeries?
A reserva de mesa é obrigatória. Então, ajustamos o número de empregados de mesa conforme as reservas. Se temos muitas mulheres, aumenta o número de garçons, e vice-versa.

O show é feito pelas mesmas pessoas que servem as mesas?
Não. Temos uma equipe de animadores. Não funciona ter o pessoal de mesa fazendo shows. Isso chegou a acontecer no início, mas a qualidade de serviço de mesa era prejudicada… Não dá para misturar.

Há algum outro tipo de treinamento especial?
Claro. Temos até aulas de pole dance para os funcionários. Além disso, damos atenção especial à forma de abordar os clientes. Faz parte do show o dançarino ir às mesas e “provocar” os clientes com movimentos eróticos. No caso dos casais, o stripper pede sempre a aprovação do parceiro ou da parceira antes de iniciar a provocação. Isso de uma forma muito sutil. Não queremos criar qualquer desconforto.

Todos os pratos do Restaurante Lingerie são afrodisíacos?
Sim… Utilizamos alguns ingredientes afrodisíacos, como canela, gengibre e chocolate. Quem cria os nomes sou eu. Dois que fazem muito sucesso são o “Grelo da Maria”, de bacalhau com broa, e o “Minete Guloso”, de porco preto em vinho tinto.

Quando é que o Restaurante Lingerie vai chegar ao Brasil?

Devemos abrir mais algumas casas em Portugal. Leiria e Lisboa são os próximos pontos de interesse. Também é nosso objetivo chegar ao Brasil. São Paulo seria a escolhida para começar. No ano passado, visitei a cidade e cheguei à conclusão que, para entrar no Brasil, preciso de um parceiro de negócio que possa apoiar a implementação. Afinal, acredito muito no ditado português “patrão fora, feriado na loja”. Preciso de alguém de extrema confiança e competência para manter a vertente erótica, e não se deixar levar pelo dinheiro fácil proveniente da prostituição. Mas, logo que encontrarmos a pessoa certa, abriremos de imediato. Tenho um carinho especial pelo Brasil, pois é a terra natal de meu avô.

Autor: - Categoria(s): Comes e bebes, Sexo, Viagem Tags: , , , , ,
12/04/2010 - 20:59

Quem quer ser um "milhonário"?

Compartilhe: Twitter

Muita gente já deve ter visto, pois essas peças publicitárias fazem parte da rotina dos cariocas há dois anos. Recebi todas de uma vez da leitora Beatriz Mendes.  A rede capixaba Hortifruti, com 17 filiais no Rio de Janeiro, bolou uma campanha de outdoors bastante criativa – tão criativa que já houve até uma exposição com as peças. Filmes famosos viram trocadilhos com nomes de frutas, verduras e legumes. Para quem não viu ainda, como eu não tinha visto, aqui está a série completa.

Aceitam sugestões para os próximos? “Quem quer ser um milhonário?” e “Ovotar”. Alguém tem mais alguma ideia?

Autor: - Categoria(s): Comes e bebes, Cotidiano, Humor, Propaganda Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
23/03/2010 - 15:17

Um desfile de roupas de chocolate

Compartilhe: Twitter

Fazia 35 graus  no último sábado em Gramado (RS). Temperatura para deixar qualquer barrinha de chocolate se derretendo… Os visitantes do evento “Chocofest” se surpreenderam ao ver um desfile de moda com roupas feitas de chocolate. Por aqui, isso é novidade, mas a ideia já é conhecida em Paris, Nova York e até Lisboa. É de encher os olhos e de dar água na boca.

Ao todo, desfilaram 14 looks do estilista Márcio Weiss, com direito à moda masculina, feminina e infantil. As peças são feitas com uma base de arame revestida de tecido. Depois, vem o banho de chocolate, que aumenta em até 300% o peso da roupa e a deixa bem rígida. “As modelos não vestem a peça, elas entram nela”, explica Weiss, que também é coordenador de Moda e Beleza do Senac do Rio Grande do Sul.

Tem até vestido de noiva, feito com detalhes em renda de chocolate. A peça pesa 5 kg e, depois do banho de chocolate, passa a ter 15 kg. Como manda o figurino, a noiva traz um buquê de flores (de chocolate, claro). “Ficou combinado que a modelo iria jogar o buquê para o público no fim do desfile, mas eu fiquei com medo por causa do peso”, conta Weiss, depois de revelar que o adereço tinha 3 kg de chocolate.

Para driblar o calor, a saída foi confeccionar as peças e realizar o desfile com os aparelhos de ar condicionado a todo vapor…

A equipe teve trabalho, pois os 30 minutos que os figurinos passaram fora do ambiente climatizado no dia do primeiro desfile fizeram algumas pedaços das peças se derreteram. Fora que parte de outras foram comidas pelas modelos depois do desfile.

Sim, as peças são comestíveis!  Weiss e a chef de cozinha Andréa Schein fizeram uma pesquisa para descobrir como conferir mais resistência ao chocolate, não só à temperatura ambiente, mas também à do corpo. A solução foi adicionar à guloseima uma gordura especial vinda da Malásia.

As próximas edições do desfile acontecem em 26 de março e 1º de abril, às 18h30, na Rua Coberta, no centro de Gramado. Depois do evento, a intenção é doar as roupas para a cidade de Gramado. Uma indústria de chocolate já fez até uma proposta para comprar as peças e montar uma exposição com elas. O negócio agora é torcer para que a gordura da Malásia, os aparelhos de ar condicionado e o controle do apetite das modelos sejam bem resistentes!

Clique para ampliar as fotos:

Livro traz receitas de brigadeiro

Autor: - Categoria(s): Comes e bebes, Cotidiano, Datas Comemorativas, Invenções, moda Tags: , , , ,
18/03/2010 - 16:55

Chocolate coloca orangotangos em perigo

Compartilhe: Twitter

O Greenpeace abriu guerra contra a Nestlé. O grupo de defesa do meio ambiente garante que,  ao comer um chocolate, o consumidor está  ameaçando a sobrevivência dos orangotangos da Indonésia. O chocolate em questão é o Kit-Kat. A composição do doce tem como um de seus ingredientes o óleo de dendê, produzido pela Sinar Mas. Segundo o Greenpeace, a empresa estaria destruindo o habitat dos orangotangos para plantar os dendezeiros.

Começou, então, uma campanha belicosa  para fazer a Nesltlé cortar relações com a Sinar Mas. Existe  até um site especial, com direito a link para os internautas ajudarem na missão de lotar a caixa de e-mails de Paul Bulcke, presidente da Nestlé. Não se preocupe com o texto.  A mensagem já foi escrita por Greenpeace, e tem versões em diversas línguas. Há ainda um vídeo que ataca diretamente o Kit-Kat… Macacos me mordam!

Autor: - Categoria(s): Animais, Comes e bebes, Propaganda Tags: , , , , ,
19/02/2010 - 21:53

O refrigerante japonês sabor feijão

Compartilhe: Twitter

Eu e o Sérgio Costa, ouvinte do “Você é Curioso?”, temos algo em comum: colecionamos garrafas de Coca-Cola. Mas a razão desse post é justamente a sua principal concorrente: a Pepsi. O Sérgio enviou ao programa uma Pepsi Azuki (azuki é um tipo de feijão), que será degustada amanhã. O refrigerante foi enviado diretamente do Japão por um amigo dele chamado Júlio Haji. Obrigado aos dois! Vamos fazer a degustação bem no comecinho do programa, às 10 horas. Vale lembrar que já degustamos, há três anos, uma Pepsi sabor pepino.

DSC09228

Amanhã, sábado, “Você é Curioso?”, das 10h às 12h, na Rádio Bandeirantes.

Autor: - Categoria(s): Comes e bebes, Você é curioso Tags:
05/02/2010 - 22:18

Ensopado de iguana à venda nos supermercados

Compartilhe: Twitter

green_iguana_sm

Os iguanas são bichos de estimação cada vez mais populares no Brasil. Por aqui, a venda e criação dos iguanas é controlada pelo Ibama. Em outros países da América Latina, como Colômbia e El Salvador, os viveiros dos animais não são regulamentados. Isso está ligado a uma questão cultural: em vários desses países, a carne de iguana é um prato típico, como a feijoada, o tutu de feijão e o churrasco são para nós, brasileiros.

Além de macia e com pouca gordura, a carne de iguana tem fama de ser afrodísiaca. Quem já comeu (que não é o meu caso!) atesta que iguanas têm gosto de frango (então, continuo com o frango mesmo…). Para ver que não é uma brincadeira, veja a foto de uma lata de sopa de iguana, que pode ser encontrada em supermercados desses países.

1074703539_243e6a3833

Tem mais:  nesse site de El Salvador você encontra uma receita de Ensopado de Iguana. O resultado de como fica o prato vem logo abaixo. É mesmo para estômagos fortes!

re4

Autor: - Categoria(s): Animais, Comes e bebes Tags: ,
30/01/2010 - 22:40

Quer nome mais estranho para uma churrascaria?

Compartilhe: Twitter

Donos de churrascarias costumam escolher nomes que lembrem carne, bois, brasa, espetos, coisas assim. Uma exceção deve ser esta churrascaria localizada no centro de São Paulo? Ou será que se trata de uma churrascaria vegetariana?

tomatesverdesfritos

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Comes e bebes, São Paulo Tags: , , ,
06/01/2010 - 17:53

As batatas crucificadas

Compartilhe: Twitter

Parece até que foi combinado. O policial Dennis Bort, morador de Brunswick, nos Estados Unidos, estava cortando batatas para a ceia de Natal quando percebeu uma imagem interessante em um dos alimentos: uma cruz. Dias depois, na véspera de Ano Novo, Jim Gross e a mulher, moradores de Marion, também nos Estados Unidos, foram surpreendidos com a mesma imagem. Acredite: também em uma batata.

Special Spuds

Curiosamente, os dois tubérculos santos tiveram o mesmo destino: o site de leilões eBay. A diferença é que, enquanto a família Gross estipulou o preço inicial de sua batata em 2 dólares (atualmente está em 46 dólares), Dennis Bort não pensou duas vezes e inflacionou o mercado das batatas com cruzes: pediu 1.000 dólares por seu exemplar.

article-1262773453748-07C46AED000005DC-812479_636x421

Levando em conta o preço de aproximadamente R$ 5,00 para um quilo de batata (fonte: Supermercado Pão de Açúcar, em São Paulo, um dos mais careiros da Cidade), a batata de Dennis Bort equivaleria a 360 quilos de batatas comuns. Dá pra fazer nhoque, purê de batata, batata gratinada, batata frita… até o Natal de 2010. Cruz credo!

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Comes e bebes Tags: , , , , ,
18/12/2009 - 23:04

Jabuticaba para brindar o Ano Novo!

Compartilhe: Twitter

Cansado de brindar o Ano Novo com o espumante de sempre?

esp-caixa

Que tal  experimentar um espumante com sabor de… jabuticaba! O “Villardi Jabuticaba Sparkling” é uma edição limitada da bebida, lançada esse ano pela Vinícola Villardi. O “kit sparkling” (com as duas incríveis taças da foto acima) está disponível no site “Jabuticaba na Garrafa” por R$ 32,00. Só a garrafa custa R$16,00.

esp-close

Ah, para abrir uma garrafa de espumante como um verdadeiro campeão de Fórmula 1, basta seguir esses passos:  balance a garrafa e, com os polegares, empurre a rolha para a frente e para trás até que ela saia, produzindo o som de um tiro. A rolha voadora chega a atingir uma velocidade de até 60 km/h. Os especialistas em vinho, porém, não recomendam a técnica. Eles dizem que ao sacudir e derramar a bebida perde-se o gás e a espuma, que justamente caracterizam a bebida.

Quer saber como alugar sua própria jabuticabeira? Relembre nesse post aqui.

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Brasil, Comes e bebes Tags: ,
Voltar ao topo