Publicidade

Publicidade

Arquivo da Categoria Cinema

28/09/2009 - 10:35

Os 25 piores filmes de todos os tempos

Compartilhe: Twitter

Você escolhe o filme com carinho, compra pipoca quentinha e consegue um ótimo lugar no cinema. Só que o filme é ruim de doer – enredo mirabolantes, péssimas atuações e trilha sonora nada memorável. Cansado desse tipo de situação, Renzo Mora enumerou algumas das piores experiências cinematográficas de todos os tempos no livro “Cinema Falado – 25 filmes que podem arruinar sua vida”.

Dirigido por Brian de Palma, adaptado de um livro de Tom Wolfe e com um elenco estelar que incluía Tom Hanks e Bruce Willis. Nem isso conseguiu redimir “A Fogueira das Vaidades” (1990) do primeiro lugar. De acordo com Renzo “Qualquer idiota pode fazer um filme ruim. Mas é preciso um gênio para pegar um dos livros mais interessantes dos anos 80 e um dos melhores atores de sua geração e fracassar retumbantemente.”

Garota boazinha vai para a cidade grande para perseguir seu sonho: tornar-se dançarina. O que acontece? Ela se torna uma “showgirl”, dançando nos balcões de bares em Las Vegas, mas nem por isso deixa de encontrar um grande amor. O que você pode esperar do filme “Showgirls”, dirigido por  Paul Verhoeven e estrelado pela ilustre desconhecida Elizabeth Berkley? “Performances risíveis”, “garantia de breguice” e “um delicioso tempero de pornografia”. E o segundo lugar da lista.

Filmes antigos também podem ser bastante ruins. “Sinceramente Teu” (1955), de Henry Blake, conta o drama de um pianista que começa a ensurdecer. Então ele passa o resto do longa metragem lendo lábios e observando dramas de desconhecidos, observados do alto da sua cobertura, por meio de indefectíveis binóculos.

“Você vai acreditar que um pato pode falar”. Afinal, o produtor executivo George Lucas gastou 2 milhões de dólares na fantasia do pato e colocou nada menos do que 8 atores diferentes lá dentro. A pérola é “Howard, o Pato” (1986), dirigida por Willard Huyck. Quem pagou a maior parte do mico como o pato interaláctico que cai na Terra e forma uma banda de rock foi o ator Ed Gale. O filme tem até mesmo uma cena com o passo de dança  “Moonwalk”, de Michael Jackson.

A lista segue com menções até mesmo clássicos como “Cleópatra” (1963), estrelado por Elizabeth Taylor. Confira o resto da lista feita por Renzo Mora:

5. “Hudson Hawk – O falcão está à solta” (1991)
6. “Ishtar” (1987)
7. “Duna” (1984)
8. “Lambada, a dança proibida” (1990)

9. “Cleópatra” (1963)
10. “Contato de risco” (2003)
11. “Mulher gato” (2004)
12. “Serpentes à bordo” (2006)
13. “Batman e Robin” (1997)
14. “Casseta & Planeta – A taça do mundo é nossa” (2003)
15. “Cinderela baiana” (1998)
16. “Jesus Cristo, caçador de vampiros” (2001)
17. “Jesus Zumbi!”(2007)
18. “Manos, as mãos do destino” (1966)
19. “Beto Rockefeller” (1970)
20. “Glen ou Glenda” (1953)
21. ‘Plano 9 do Espaço Sideral’ (1959)
22. “O cérebro que não queria morrer” (1962)
23. “A reconquista” (2000)
24. “Papai Noel conquista os marcianos”(1964)
25. “Salve-se quem puder” (2007)

Na sua opinião, algum filme ruim ficou fora dessa lista?

Autor: - Categoria(s): Cinema Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
13/09/2009 - 18:53

Se o cinema ainda fosse mudo

Compartilhe: Twitter

Em 1894, os irmãos franceses Auguste e Louis Lumière inventaram um aparelho que fotografava imagens e as projetava a 16 quadros por segundo. Em dezembro de 1895, os irmãos Lumière colocaram 100 cadeiras diante de um enorme pano branco em um estabelecimento no centro de Paris e realizaram as primeiras projeções cinematográficas.

lumiere

Para muitas pessoas, o espetáculo era chocante! Cenas aparentemente banais, como a do trem chegando a uma estação, faziam com que alguns abandonassem a  sala de projeção às pressas, com medo de o trem realmente sair da tela.

As primeiras produções eram sem som. O acompanhamento musical era feito ao vivo, dentro da própria sala de cinema por um pianista ou outro músico. O cinema mudo imperou até 1927, quando um sistema conhecido como Vitaphone conseguiu sincronizar de maneira eficiente som e imagem. Você já imaginou como seria se o cinema ainda fosse mudo?

Autor: - Categoria(s): Cinema, Humor, Invenções Tags: , , , , ,
11/09/2009 - 11:32

Para fãs de Star Wars e de As Crônicas de Nárnia

Compartilhe: Twitter

Um sábado para fã  nenhum botar defeito! Amanhã, 12 de setembro, os apaixonados por Star Wars, saga de George Lucas, poderão se encontrar no  “Saturday Fever – 1º Encontro Hasbro de Colecionadores Star Wars”.

425.star.wars.122208

O evento vai contar com exposição de raridades, venda de itens exclusivos com descontos e com a fabulosa presença de Spacetroopers e Jedis. Será que algum Lord Sith vai aparecer para causar confusão? O encontro acontecerá das 9h às 18h  na loja Comercial Semaan, localizada na Rua Cavalheiro Basílio Jafet, número 138, em São Paulo (Metrô São Bento). Que a força – e que a carteira – esteja com você!

narniaday

Quem também pode se preparar para um grande encontro são os fãs brasileiros de “As Crônicas de Nárnia”. Também amanhã acontecerá em São Paulo um evento para celebrar em grande estilo a obra escrita pelo irlandês C.S. Lewis. O “Narnia Day Brasil” nasceu em grande parte da vontade dos fãs brasileiros que participavam do site MundoNarnia.com, dedicado ao tema. Os fãs e curiosos que aparecerem por lá poderão conferir apresentações de dança, leitura pública de trechos de “A Viagem do Peregrino”, sorteio de brindes e discussões sobre a série com a especialista  Gabriele Greggersen. A animação vai ficar por conta da banda Merrow, que mistura rock com ritmos celtas.O evento acontecerá na Saraiva MegaStore do Shopping Ibirapuera, localizado na Av. Ibirapuera, 3.103, em São Paulo, das 13h às 16h30.

TheLionWitchWardrobe(1stEd)

O primeiro volume de “As Crônicas de Nárnia”, “O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa” foi publicado em 1950. Considerada um clássico da literatura infanto-juvenil, a série conta com sete volumes publicados entre 1950 e 1956, traduzidos em 41 idiomas e que já venderam 120 milhões de cópias ao redor do mundo.

Autor: - Categoria(s): Cinema, Cotidiano Tags: , , , , , , , , , , , ,
31/08/2009 - 16:43

Conheça o Museu dos Três Patetas

Compartilhe: Twitter

Os fãs de Moe, Larry e Curly podem matar a saudade das trapalhadas do trio no “Stoogeum — O Museu dos Três Patetas”, localizado na cidade de Ambler, no Estado americano da Pensilvânia. Ele foi criado em 2004 é mantido por Garry Lassin, que, além de fã dos Três Patetas, é casado com a neta do irmão de Larry.

Entre os quase 100 mil itens disponíveis no acervo do museu, os visitantes podem conferir fotos raras, trajes usados pelos comediantes nos filmes, a carteira de motorista de Larry e até rolos de papel higiênico com a marca “Os Três Patetas”.

“Os Três Patetas” nasceram nos números de teatro, música e comédia da década de 1920, conhecidos como “vaudeville”. A formação mais conhecida dos Três Patetas foi aquela estrelada pelos irmãos Moses Horwitz e Jerome Lester Horwitz, e pelo amigo de infância dos dois, Louis Feinberg — mais conhecidos como Moe, Curly e Larry, respectivamente.

No início, eles atuaram como coadjuvantes do comediante Ted Healy. O primeiro filme do trio, “Soup to Nuts”, foi lançado em 1930. Os Três Patetas eram bombeiros que tentavam escapar do quartel para ir a uma festa.

Com diversas formações, Os Três Patetas continuaram fazendo filmes até 1975, quando Larry morreu. Moe morreu poucos meses depois, aos 77 anos.  Bem antes disso, em 1946, Curly sofreu um derrame do qual nunca se recuperou totalmente. Ele morreu em 1952, aos 48 anos.

Irmão de Moe e Curly, Shemp Howard também participou de “Os Três Patetas”. Ele fez parte da primeira formação do trio, ao lado de Moe e Larry. Depois de uma briga com Ted Healy, ele abandonou o grupo e foi substituído pelo irmão mais novo, Curly. Quando Curly sofreu esse derrame, Shemp voltou a integrar o grupo até 1955, quando morreu, aos 60 anos.

Os comediantes Joe Besser e Joe DeRita (conhecidos como “Curly-Joe”) também fizeram parte do trio. Joe Besser, que substituiu Shemp Howard, morreu em 1º de março de 1988. Curly-Joe, que sucedeu Joe Bresser a partir de 1959, morreu em 1993.

Autor: - Categoria(s): Baú, Cinema, Humor, Televisão, Viagem Tags: , , , , , , , , , , , ,
23/08/2009 - 13:01

A pior cena de luta de todos os tempos

Compartilhe: Twitter

O site Today’s Big Thing classificou a cena abaixo como “a pior cena de luta de todos os tempos”. Realmente, o duelo mortal dos atores do filme “Undefeatable” (1993) é bastante sofrível. O filme, cujo nome original é “Cui hua kuang mo”, foi dirigido pelo chinês Godfrey Ho, produzido em Hong Kong e lançado nos Estados Unidos direto em VHS.

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Cinema, Humor Tags: , , ,
15/08/2009 - 15:01

Quando Hollywood acende um cigarrinho

Compartilhe: Twitter

No pôster original de “Coco Antes de Chanel”, a cinebiografia de uma das estilistas mais famosas de todos os tempos, a atriz Audrey Tatou aparece na cama, segurando um cigarro.

No Brasil, o cartaz terá em versão antitabagista, com o cigarro de Coco substituído digitalmente por uma inocente caneta. Nascida em 1883, Coco Chanel era realmente uma fumante inveterada – e, no filme, não faltam cenas e baforadas de Audrey Tatou.

O cigarro e a indústria cinematográfica andam juntas faz tempo. Estrelas de Hollywood como Cary Grant, Gary Cooper, John Wayne, Clark Gable e Bette Davis (foto abaixo) recebiam dinheiro dos fabricantes de cigarro para promover o produto. Apesar de contribuirem para a associação do tabaco com o glamour hollywoodiano,  John Wayne e Gary Cooper morreram de câncer em 1979 e 1961, respectivamente.

Ao longo do clássico “Casablanca”, Humphrey Bogart raramente é visto sem um cigarro. No filme de 1942, quase todos os homens aparecem fumando. Humphrey Bogart morreu em janeiro de 1957, também vítima de câncer.

O rebelde sem causa James Dean não largava o cigarro – a atitude, combinada com o topete, as jaquetas de couro e a camiseta branca, lhe valeu o posto de símbolo da rebeldia juvenil.

Em várias cenas em “A Primeira Noite de um Homem” (1967), Mrs. Robinson (Anne Bancroft) aparece fumando. No filme, ela é uma mulher madura que tem um caso com inexperiente rapazote interpretado por Dustin Hoffman.

Recentemente, o filme “Boa noite e Boa Sorte” (2005), indicado ao Oscar, recebeu críticas pelo número de cenas em que o âncora Ed Murrow (David Strathairn) aparecia fumando ou segurando um cigarro.

Em “Closer – Perto Demais” (2004), as personagens de Natalie Portman, Clive Owen e Jude Law se revezam em cenas de amor e de cigarros.  Apesar de também fazer parte do elenco, a atriz Julia Roberts não fuma em “Closer”, mas aparece fumando em “O Casamento do Meu Melhor Amigo” (1997).

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, existem atualmente 1,1 bilhão de fumantes em todo o mundo. Estudos indicam que adolescentes expostos a cenas envolvendo cigarros nas telonas tem mais chances de se tornarem fumantes no futuro.

Autor: - Categoria(s): Celebridades, Cinema, Listas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
02/08/2009 - 16:02

Incrível: e ela ainda canta!

Compartilhe: Twitter

Ela é – disparado! – a atriz mais bonita do cinema da atualidade. A atriz Scarlett Johansson é o nome mais cotado para viver o papel de Marilyn Monroe no cinema e também está confirmada em “O Homem de Ferro 2”, em 2010. A atriz nova-iorquina de 24 anos foi eleita a mulher mais sexy de 2006 pela revista Esquire. Pois Scarlett (o nome é uma homenagem à atriz Scarlett O’Hara, de “E o Vento Levou”) resolveu se aventurar também no mundo da música. A atriz de “Vicky Cristina Barcelona” e “Match Point” gravou o CD “Anywhere I Lay My Head On” em 2008. O álbum contém onze faixas, entre regravações e músicas inéditas compostas pelo músico Tom Waits.

Autor: - Categoria(s): Celebridades, Cinema, Música Tags: , , , , , , , , ,
31/07/2009 - 17:36

Chita, companheira de Tarzan, lança sua biografia

Compartilhe: Twitter

A simpática chimpanzé que acompanhava o Tarzan interpretado pelo ator Johnny Weissmuller acaba de lançar sua autobiografia. Autobiografia? Como assim? Intitulada “Me Cheteta” (“Mim Chita”), a obra foi escrita pelo “ghostwriter” James Lever e conta a trajetória de um dos primatas mais famosos do cinema.

Chita, cuja nome verdadeiro é Jiggs, nasceu na década de 1930 na selva da Libéria, na África. O livro também revela que “Chita” é um chimpanzé macho, capturado exclusivamente para estrelar o primeiro filme do personagem Tarzan – “Tarzan – The Ape Man” (“Tarzan – o Homem Macaco”), em 1932. No total, doze chimpanzés fizeram o papel de Chita ao longo da história.

Aos 76 anos de idade, o chimpanzé Jiggs vive tranquilamente em Palm Springs. De acordo com o “Guinness – O Livro dos Recordes” é o mais velho primata ainda vivo.

PS: Chita é uma das personagens de meu “O Guia dos Curiosinhos – Super-Heróis”.

Autor: - Categoria(s): Animais, Cinema, livros Tags: , , , , , ,
29/07/2009 - 19:10

Vodu com romance? É "Macumba Love"!

Compartilhe: Twitter

O filme “Macumba Love” é um prato cheio para os amantes de filmes trash – e para quem quer dar boas risadas. Dirigido por Douglas Fowley e filmado (pasme!) na praia do Guarujá, no litoral paulista, o filme é uma co-produção brasileira e norte-americana, cuja trama mirabolante gira em torno de rituais vodu, macumba e…romance!

No filme, o cético J. Peter Weils (Walter Reed) vive em uma paradisíaca “ilha do Atlântico”, mistura fictícia entre o Haiti e o Brasil, agitada pelos rituais sangrentos promovidos pelos “nativos”. A festinha é comandada pela “rainha do vodu” Mama Rataloi, interpretada pela atriz brasileira Ruth de Souza.

Para o herói, o vodu não passa de algum tipo de hipnose feita em pessoas altamente sugestionáveis. Assim, ele decide acabar com a festa dos nativos e enfrentar a tal  rainha do vodu – ao mesmo tempo em que flerta com a bonitona Venus de Viasa (Ziva Rodann) e  lida com sua filha recém-chegada e casada (a voluptuosa June Wilkinson).

Filmado em 1960, “Macumba Love” recebeu no Brasil o nome de “Mistério da Ilha de Vênus”. Você pode conferir o trailer aqui – que sozinho já é sensacional. Preste atenção no começo do vídeo – um comunicado em tom sério pede que “a direção pede que os telespectadores façam 15 segundos de silêncio em respeito àqueles que morreram depois de assistir a este filme”.

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Cinema, Humor Tags: , , , , , , , , , ,
27/07/2009 - 18:11

Mamma mia em versão para a TV russa

Compartilhe: Twitter

O “Você é Curioso?” do sábado já começa a ser produzido na segunda-feira. Hoje de manhã, por exemplo, eu passei a pauta para a Silvania Alves, que cuida de toda a produção. Ela vai agendar as entrevistas e vai procurar profissionais que possam responder as perguntas curiosas que os ouvintes mandam para o soucurioso@band.com.br. Durante a semana, ficamos de olho nas notícias bizarras publicadas pelos jornais e pelos sites de notícia. O programa vai surgindo aos poucos. Também fico procurando músicas com apelo curioso e olha só o que encontrei agora há pouco – uma versão da TV russa para o musical “Mamma Mia”. Se você não aguenta esperar até o sábado, assista ao musical agora:

Autor: - Categoria(s): Cinema, Música, Você é curioso Tags: , , ,
Voltar ao topo