Publicidade

Publicidade

Arquivo da Categoria Cinema

04/05/2010 - 17:11

Wwwoanahuf caorarc ohrarcc wararo!

Compartilhe: Twitter

“Wwwoanahuf caorarc ohrarcc wararo!” Não entendeu? O Easy Shyriiwook traduz: Feliz Star Wars Day! O site é um tradutor de qualquer idioma para o Shyriiwook, a linguagem dos Wookiees – criaturas do planeta de Kashyyyk bem conhecidas entre os fanáticos por “Star Wars”.

O Star Wars Day é comemorado no dia 4 de maio. A ideia foi criada em janeiro de 2005 por Zoe Whittaker e está registrada pelo Parlamento do Reino Unido. Em 2007, a Câmara de Vereadores de Los Angeles, nos Estados Unidos, reconheceu a data como especial, mas decidiu que deveria ser comemorada em 25 de maio, dia da estreia do primeiro filme, em 1977. Não pegou, e os fãs da saga continuam comemorando no 4 de maio. Faz sentido, pois a data vem da famosa frase que os Jedis usam para desejar boa sorte: “May the Force be with you” (Que a força esteja com você”). Da pronúncia em inglês, surgiu a ideia da data: “May the 4th be with you” (4 de maio esteja com você).

Para comemorar, os fãs assistem aos filmes, se fantasiam de seus personagens favoritos e até improvisam lutas de sabres de luz.

No ano passado, em 3 de maio, véspera da data especial, o time americano de beisebol Red Sox entrou em campo com uma tropa de stormtroopers. Eles eram liderados por um cover de Darth Vader. Foi o maior sucesso.

E você, como comemora o seu “Star Wars Day”?

Autor: - Categoria(s): Cinema, Datas Comemorativas, Invenções Tags: , , , , , , , , , ,
26/02/2010 - 17:04

Você tem 1 minutinho para ver um longa-metragem?

Compartilhe: Twitter

Virou moda no YouTube. Fãs de cinema decidiram fazer suas próprias edições dos filmes favoritos. Assim nasceram as versões em 5 segundos de “Star Wars”, “Pulp Fiction” e “Titanic” (vídeo abaixo), entre outros. Mas a brincadeira ficou séria mesmo quando a revista “Empire” fez um concurso para eleger os melhores resumos de produções hollywoodianas. O tempo era maior – 1 minuto – e os candidatos foram obrigados a regravar as cenas.

Estudantes que integram a Sociedade de Cinema da Universidade de York, na Inglaterra, fizeram sua versão em 60 segundos de “Forrest Gump” para a competição da revista. Composta por alunos dos mais diversos cursos, a Sociedade de Cinema é totalmente amadora, e não tem grandes verbas para realizar seus filmes. O trio de diretores, formado por Joe Burgess, Rocco Sulkin e Will Tribble, ainda fez sua própria versão de “Kill Bill”, e pretende homenagear George Lucas com um “Star Wars” de 1 minuto. Em apenas um mês de exibição no YouTube, a cópia de “Forrest Gump” ultrapassou a marca de 1 milhão de espectadores.

Tem mais:  um dos diretores de fim-de-semana, o inglês Mark Wong, demorou cerca de 9 meses para realizar cada um de seus filmes de 1 minuto. Entre as produções realizadas por ele estão “Pearl Harbor” e “Top Gun”. Na competição da revista “Empire”, ele ficou entre os sete finalistas, mas não venceu. A semelhança com o filme real é tanta que Mark construiu um hangar de aviões em tamanho real no quintal de casa só pela brincadeira. Em “Top Gun”, Mark ficou no papel que pertenceu, originalmente, a Tom Cruise.

Os vencedores da competição foram os “cineastas por acidente” Stephen Power e Conal O’Meara, que gravaram “Jerry Maguire”. A lista de finalistas inclui ainda versões de “Seven”, “Pearl Harbor”, “O Cavaleiro das Trevas” e “Cloverfield”. É possível assistir a todos os vídeos no site do concurso.

Autor: - Categoria(s): Cinema, Humor Tags: , , , , , ,
24/01/2010 - 23:09

O futebol de rua ao redor do mundo

Compartilhe: Twitter

É difícil encontrar no Brasil um menino que não ganhou, dentre seus primeiros presentes, uma bola. Fora as meninas que, contrariando o senso comum, pegam gosto em chutar a redonda — e mais tarde se tornam craques como Marta e Cristiane, da Seleção Brasileira de futebol feminino.

Mas não é sobre ídolos que estou querendo escrever. O futebol em estado puro acontece longe dos refletores dos estádios e da grama macia (se bem que muitos estádios brasileiros mais parecem um queijo suíço…).  São  loucos por futebol, que jogam na praça, na rua, na praia ou em qualquer outro lugar, fazendo do esporte o mais popular do mundo.

Luke Boughen faz parte desse contingente. Ele chegou a jogar pela Universidade de Notre Dame, na França, mas não conseguiu se profissionalizar. Foi lá que conheceu a aluna de pós-graduação Gwendolyn Oxenham, que jogava pela universidade e chegou a atuar pelo time feminino Santos, em 2005. Já Rebekah Fergusson estudou na mesma instituição que Gwendolyn havia estudado antes, a Universidade Duke, nos Estados Unidos, e também jogou futebol por lá.

Os três se juntaram ao cineasta Ryan White — esse nunca foi de jogar futebol — e resolveram produzir um documentário que abordasse esse outro lado do futebol, o não-profissional, o futebol de rua. Assim surgia o “The Soccer Project”, que mais tarde se transformou em “Pelada” (clique aqui e veja o trailer).

socproject gang

Durante um ano, o grupo viajou por 25 países gravando imagens de peladas. São imagens de crianças jogando em Gana, uma carioca  na praia e até  prisioneiros bolivianos. Tem de tudo.  A ambição do filme é chegar aos grandes festivais de cinema em 2010, como o Cannes e o Sundance. Para tanto, eles estão pedindo pela internet  doações para finalizar a pós-produção. Essas doações podem ser feitas pelo site oficial do projeto.

Quem passou a dica foi o fotógrafo Caio Vilela, que teve a mesma ideia. Ele fotografou futebol nos lugares mais inóspitos do mundo e lançou o livro “Futebol Sem Fronteiras“. As fotos de Caio também estão em exposição no Museu do Futebol, em São Paulo, até o dia 14/3.

Autor: - Categoria(s): Cinema, Esporte Tags: , ,
18/01/2010 - 20:41

Uma versão (bem) clonada de "Cidade de Deus"

Compartilhe: Twitter

No final de 2009, o jornal inglês The Times publicou uma lista com os 100 melhores filmes da década. Dentre eles, na 66ª colocação, estava o brasileiro “Cidade de Deus”, dirigido por Fernando Meirelles e co-dirigido por Kátia Lund.

Apesar de não ser o único grande filme da carreira de Meirelles — que fez ainda “O Jardineiro Fiel” (2005) e “Ensaio Sobre a Cegueira” (2008) —, “Cidade de Deus” foi um marco no cinema brasileiro. Abriu caminho para o interesse por fitas brasileiras. Assim,  filmes como “Se eu Fosse Você 2”, lançado no ano passado, alcançaram  grandes bilheterias.

Se depender dos estudantes de Audiovisual da USP, o cinema brasileiro continuará em alta. Durante um simples exercício da faculdade, a turma de 2007 regravou uma cena da obra-prima de Meirelles. Abaixo, você vê primeiro o original e depois a regravação. É ou não é de cair o queixo?

Autor: - Categoria(s): Cinema Tags: , ,
10/12/2009 - 15:20

Robôs gigantes invadem o Uruguai

Compartilhe: Twitter

Você já deve ter cansado de ver cidades como Nova York e Tóquio serem destruídas por monstros e alienígenas! Agora aposto que você nunca viu uma cidade da América Latina ser invadida por extraterrestres, não?  É o que acontece nesse curta do uruguaio Federico Alvez, em que a cidade de Montevideu sofre a tal invasão. Ele foi lançado este ano e recebeu o nome de “Ataque de Pânico”.

Embora tão pertinho, o Brasil escapou ileso da invasão.

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Cinema Tags: , , , , ,
02/12/2009 - 23:12

Os casais mais famosos do cinema

Compartilhe: Twitter

Com uma câmera na mão, uma ideia na cabeça e uma equipe muito bem ensaiada, o cantor francês Vincent Ludéal estrelou um dos clipes mais legais de 2009:

allez

“Allez, l’amour” mostra em 4 minutos – em uma sequencia sem cortes – alguns dos mais marcantes casais do cinema. Ludéal lançou seu primeiro álbum em 2008, aos 35 anos de idade. A música “Allez, l’amour” (“Vai, amor”) é o primeiro single do segundo álbum do parisiense, previsto para ser lançado no primeiro semestre de 2010.

Será que você consegue adivinhar todos os filmes? Não vale ler a resposta antes!

Confira o resultado:

Le Baiser de l’Hôtel de Ville (1950)

Encontros e Desencontros (2003)

Uma Linda Mulher (1999)

Ghost – Do outro lado da vida (1990)

O Segredo de Brokeback Mountain (2006)

Corações Selvagens (1990)

Match Point (2005)

Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças (2004)

Os Corações Loucos (1974)

… E o Vento Levou (1939)

Autor: - Categoria(s): Cinema, Música Tags: , , ,
20/11/2009 - 20:32

O "morto-vivo" mais sexy do mundo

Compartilhe: Twitter

Robert Pattinson é o homem mais sexy do mundo… É?

robert-pattinson

Pelo menos esses foram os boatos que se espalharam pela internet às vésperas do lançamento da já clásica lista de “Homem mais Sexy do Mundo”, publicada todos os anos pela revista norte-americana People. Para infelicidade das fãs do vampiro Edward Cullen – galã da série “Crepúsculo”  -, a lista oficial elegeu o ator Johnny Depp com o título.

0,,32970578-EXH,00

Edward, ops!, Robert Pattinson nasceu no dia 13 de maio de 1986, em Londres, na Inglaterra. Antes de encarnar a maquiagem pálida do vampiro, o ator interpretou o personagem Cedrico Diggory no filme “Harry Potter e o Cálice de Fogo” (2003). Para conseguir o papel principal em “Crepúsculo” (2008), Robert Pattinson competiu com outros 5 mil aspirantes à vampiro.

crepusculo

A saga de “Crepúsculo” conta a história de amor entre a adolescente Bella Swann (interpretada por Kristen Stewart) e o vampiro centenário Edward Cullen. Escrito pela norte-americana Stephenie Meyer e publicado pela primeira vez em 2005, o livro já vendeu 17 milhões de cópias e foi traduzido em 37 línguas. O filme “Crepúsculo” foi adaptado para as telas do cinema em 2008 – e faturou 380 milhões de dólares (cerca de R$ 648 milhões) nas bilheterias. A estreia mundial da sequência “Crepúsculo – Lua Nova” aconteceu hoje, sexta-feira, 20 de novembro (se fosse uma semana antes, teria sido uma sexta-feira, 13).

Bem, você pode não gostar de Edward Cullen/Robert Pattinson, mas, definitivamente, a sua filha gosta!

Autor: - Categoria(s): Cinema Tags: , , , , , ,
16/11/2009 - 16:00

Os 9 quilos a mais para viver Bruna Surfistinha

Compartilhe: Twitter

Em entrevista ao “Fantástico”, ontem à noite, a atriz Déborah Secco confessou que precisou engordar 9 quilos para encarnar a ex-garota de programa Bruna Surfistinha. De acordo com o diretor Marcus Baldini, a global estaria “muito magrinha” para o papel. Em 2003, para viver a personagem Darlene na novela “Celebridade”, Déborah fez o caminho contrário: ela precisou fazer uma dieta rigorosa.

brunasurf

A história de Raquel Pacheco (verdadeiro nome de Bruna Surfistinha), uma menina de classe média que sai de casa e acaba trabalhando como garota de programa, começou a ser contada em um blog pessoal. Depois, virou o best-seller “O Doce Veneno do Escorpião”, que já vendeu 260 mil cópias desde novembro de 2005. Agora a história vai virar filme. O lançamento está previsto para julho do ano que vem.

Quer conhecer outros casos de atores que enfrentaram o efeito sanfona em nome da arte? É só clicar aqui.

Autor: - Categoria(s): Cinema Tags: , ,
02/10/2009 - 17:26

As crianças de "A Noviça Rebelde" 40 anos depois

Compartilhe: Twitter

Fui ver o musical “A Noviça Rebelde” no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo, no sábado passado. Gostei tanto que fiquei com vontade de rever o filme estrelado por Julie Andrews em 1965. Não será difícil, pois meus pais têm o DVD. No caminho de volta, fiquei imaginando o que estariam fazendo hoje as crianças de  “A Noviça Rebelde”. A “Santa Internet” me ajudou a matar a dúvida.  Os sete filhos do austero capitão Von Trapp (interpretado por Christopher Plummer) reuniram-se novamente quatro décadas depois do fim das filmagens nesse vídeo aqui:

A atriz que interpretava a filha mais velha, Liesl, chama-se Charmian Carr. Filha de uma atriz e um músico, Charmian nasceu em 27 de dezembro de 1942 e foi escolhida para o papel em 1964, desbancando atrizes como Sharon Tate e Mia Farrow. Apesar do sucesso, ela nunca mais fez nenhum grande filme. Na falta de uma, ela escreveu duas autobiografias: “Liesl” (2000) e “Letters to Liesl” (2001).

A canadense Heather Menzies, que no filme viveu Louisa, seguiu a carreira de atriz até os anos 1980. Quando seu marido, Robert, descobriu que tinha câncer, ela ajudou a abrir um fundo de pesquisa contra a doença, na Universidade de Michigan. Três anos depois, em 2002, Robert faleceu. Atualmente Heather  vive em Los Angeles, nos Estados Unidos, onde cuida dos três netos.

Nicholas Hammond, o ator que interpretou Friedrich, também foi o primeiro Homem-Aranha da televisão. Ele viveu Peter Parker por três anos, ou 13 episódios, de 1977 a 1979. Durante as filmagens de “A Noviça Rebelde”, o ator teve que usar sapatos com salto, porque era cerca de 6 centímetros mais baixo que Heather Menzies, com quem contracenava.

A pequena Marta se chama Debbie Turner e hoje tem 53 anos (foto abaixo). Durante as filmagens, vários dentes-de-leite da atriz, na época com 9 anos, caíram. Para a diferença não ser percebida pelos cinéfilos, a produção do filme colocava dentes falsos no lugar dos perdidos.

debbie

A caçula da família Von Trapp, Gretl, foi vivida pela atriz Kym Karath. Em apenas uma cena do filme, Gretl foi interpretada por outra criança. Kym engordou alguns quilos durante as gravações. Na última cena do filme, Gretl aparece nos ombros do capitão Von Trapp. Como já estava pesada demais para ser levantada, Kym foi substituída por uma dublê mais jovem e mais leve.

O rechochudo Kurt  é, na verdade, o ator Duane Chase. Ele seguiu a carreira de ator somente até o fim do colegial. Seu último trabalho foi no seriado “The Big Valley” (“O Grande Vale”), em 1965. Anos depois, ele se tornou mestre em Geologia pela Universidade do Alabama.

O maior papel interpretado por Angela Cartwright não foi o de Brigitta Von Trapp. A atriz fez parte do elenco da série “Perdidos no Espaço” (1965), como a personagem Penny Robinson. Seu último trabalho como atriz também foi em “Perdidos no Espaço” (1998), mas na versão para o cinema. Apesar de ter participado da versão para televisão em um papel de destaque, no cinema sua personagem não tinha nem nome.

Autor: - Categoria(s): Cinema Tags: , , , , , , , ,
30/09/2009 - 14:22

Carla Perez, a cinderela baiana. Lembra?

Compartilhe: Twitter

Em 1998, a baiana Carla Perez era uma das mulheres mais desejadas do Brasil. Estrela do grupo “É o Tchan!”, a dançarina fazia dezenas shows por mês, foi uma das capas da Playboy mais vendidas de todos os tempos (615 mil exemplares) e até foi a protagonista de um filme!

Pois é. O filme está lá na lista de Renzo Mora com os 25 piores filmes de todos os tempos. Dirigido por Conrado Sanchez, o filme “Cinderela Baiana” contava a história de Carlinha (plim!), uma moça pobre e de bom coração que, por causa de seu rebolado certeiro (plim!), conseguiu alcançar a fama (pliiiiiim!). A produção de baixo orçamento garante boas risadas para quem conseguir garimpar a fita de vídeo em alguma locadora ou pescar trechos como esse no Youtube.

Quer descobrir mais pérolas e vídeos bizarros? É só clicar aqui.

Autor: - Categoria(s): Baú, Cinema Tags: , , , , ,
Voltar ao topo