Publicidade

Publicidade
05/05/2010 - 12:01

O fotógrafo sobreviveu para contar a história?

Compartilhe: Twitter

A resposta é sim. Na verdade, foram dois fotógrafos, os irmãos Will e Matt Burrard. Eles desenvolveram a BeetleCam, uma câmera com rodinhas, para fazer imagens ousadas como essa na Tanzânia, na África. A viagem já estava marcada e os dois tiveram que correr contra o relógio para acertar os detalhes técnicos da máquina a tempo.

Foi preciso um motor resistente e pneus grandes para fazer a câmera se movimentar pelo terreno acidentado da África. Além disso, os fotógrafos também não se esqueceram do sol escaldante característico do lugar. Para isso, desenvolveram um sistema de dois flashes (que disparam de acordo com as condições da luz). Todo o trabalho foi feito na garagem de Will, e foi concluído poucos dias antes da partida.

Mas se engana quem pensa que fotografar com essa engenhoca é como brincar com um carrinho de controle remoto e disparar a câmera. É necessário estratégia e paciência. Os elefantes, por exemplo, dão trabalho, pois estranham quando encontram um objeto desconhecido perambulando pelo seu habitat, e é preciso esperar o tempo que o animal leva para se adaptar. Os irmãos Burrard também usaram a engenhoca para produzir vídeos, como esse abaixo que apresenta a novidade:

Autor: - Categoria(s): Animais Tags: , , , ,

Ver todas as notas

1 comentário para “O fotógrafo sobreviveu para contar a história?”

  1. Júlia disse:

    Lindas fotos! Bem interessante!

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo