Publicidade

Publicidade
04/02/2010 - 13:51

O dinheiro brasileiro que sumiu

Compartilhe: Twitter

novorealOntem o Banco Central divulgou a imagem das novas cédulas de Real. As primeiras a circular serão as de 50 e 100 reais, já a partir de julho deste ano. A substituição completa das notas só se dará em 2014. Logo que as fotos começaram a circular pela internet, um monte de gente no Twitter ficou se perguntando: “Cadê a nota de 1 real?”.

esqueroddireitoAs notas de 1 real deixaram de circular em 2005. Na época, o Banco Central aumentou a circulação das moedas de 1 real, para que suprissem a falta das cédulas. Eram 174,2 milhões de reais em notas contra 1 bilhão de reais em moedinhas. Havia, porém, um grande revés: o preço de produção das moedas. Feitas de alpaca e aço revestido de bronze, cada uma custava 24 centavos para ser produzida. As notas de 1 real, por sua vez, saíam por metade desse valor. Apesar disso, o BC argumentou que as moedinhas duravam cerca de 30 anos, enquanto as notas de papel aguentavam aenas 11 anos no mercado. A instituição também argumentou que as moedas são mais higiênicas que as notas, principalmente as de 1 real, que trocavam muito de dono.

Quer ver outro dinheiro que sumiu? A moedinha de 1 centavo. Cada uma custava 9 centavos de real para ser produzida pela Casa da Moeda. E, no final das contas, o brasileiro não dava muita importância para as pequeninas, que acabavam renegadas no fundo de alguma gaveta. Em 2004, o Banco Central decidiu parar de produzi-la, embora ela continue circulando.

Mais um caso de sumiço monetário? Em 2000, a Casa da Moeda começou a importar 250 milhões de notas de plástico de 10 reais, diretamente da Austrália. Com a efígie de Pedro Álvares Cabral, a cédula foi lançada oficialmente em 22 de abril de 2000, data que marcou os 500 anos da chegada dos portugueses ao Brasil. Ainda em 2000, no mês de novembro, o design da nota teve pequenas modificações. Seis anos após o lançamento das cédulas, em outubro de 2006, o Banco Central começou a tirar de circulação as notas de plástico. A justificativa é que elas não caíram no gosto popular (será?) e que os bancos (quem, de fato, manda no país) tinham dificuldade em adequar seus equipamento à contagem de notas de plástico.

975

Autor: - Categoria(s): Brasil, Cotidiano, Invenções Tags: , , ,

Ver todas as notas

13 comentários para “O dinheiro brasileiro que sumiu”

  1. Ahe disse:

    Realmente não faz muita diferença o tipo da cédula, o valor é o mesmo e tal, mas as de 10 reais de plástico pareciam “estranhas” no ninho.
    Acho que o material diferente deveria ser usado para outro valor de nota, tipo 200 ou 500 reais, para dizer que é uma especial =)
    Já com moeda no lugar de cédula de 1 real é mais prático.

  2. Leo disse:

    Eu gostava da nota de plástico. Era prática de levar à praia. Só colocar no bolso, fechar o velcro e entrar no mar.

  3. Fulvio M. Camargo disse:

    Ia comentar exatamente isso. A nota de plástico não molhava. Se bem que se você comprasse algo, o troco ia estar sujeito a se molhar de qualquer jeito.
    Essas notas novas são de tamanhos diferentes! Isso não atrapalha as a contagem automática nos bancos também? Só quero ver na carteira, como vão ficar organizadas…

  4. Antonio Mier disse:

    Uma nota que anda SUMIDA da carteira de muitos brasileiros é a “GAROUPA” – nota de R$ 100.
    Parece que ela mudou de habitat…anda sendo encontrada em cuecas !

    • Rafael Nize disse:

      É verdade ! Acho que a nota de 100 deveria ser a menor assim caberiam muito mais delas na cueca de deputados, senadores…

  5. ROGÉRIO COSTA disse:

    PUTZS QUE LEGAL, SERÁ QUE TEREMOS PARA CADA TAMANHO DE CÉDULAS, UMA CARTEIRA PROPORCIONAL AO TAMANHO, A MINHA SERÁ PEQUENA PELO O QUE EU ESTOU VENDO!!!!!

  6. Paulo Rodolfo disse:

    Marcelo , queria que vc fize- se uma reportagem sobre quem é as pessoas que estão na nota de 10 reais de plastico.

    Resposta de MARCELO DUARTE: Paulo, está é bastante fácil. Já tenho os nomes de todas. Vou publicar no blog na semana que vem. Abraços.

  7. marcio marques disse:

    Porquê nâo existe caixas eletronicos, com notas de 100 reais?

  8. Augusto Lins disse:

    Gostaria de saber de realmente há necessidade da troca das notas, pois pelo pouco que entendo isto só faz com que o Brasil gaste mais dinheiro com as substituições, não vejo esta necessida, mais como no Brasil tudo se faz para que haja gastança tai um bom motivo.

  9. Andréia Ramos disse:

    olá Marcelo, vi a divulgaçao das novas cédulas de Real, gostaria que fize-se uma reportagem sobre a historia do dinheiro brasileiro, todas que já passaram nesses quinhentos anos de Brasil, e tambem gostaria que respondesse sobre uma curiosidade:
    “onde fica a casa da moeda???
    um abraço de sua fã!
    bjooos

  10. Francisco Lima disse:

    prá mim tanto faz essas porcarias não tem valor mesmo.

  11. […] post que fiz sobre as novas notas do Real, semana passada, o leitor Paulo Rodolfo perguntou os nomes de todas as pessoas que aparecem na nota […]

  12. Douglas disse:

    Será se os caixas eletrônicos atuais vão suportar essas novas cédulas? tenho saudades das notas de 10 reais de plástico.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo