Publicidade

Publicidade
27/01/2010 - 16:21

Relacionamentos para donas-de-casa entediadas

Compartilhe: Twitter

A internet tem o poder de unir pessoas. Pessoas solteiras e… também casadas. Um grupo de ingleses acha que o site Marital Affair (“Caso Conjugal”) promove a traição, e decidiu lutar pela proibição de outdoors da página pelas ruas do Reino Unido. A gota d’água foi a propaganda com uma foto de um homem sem camisa e um sutiã pendurado no ombro, mais a frase: “Olá, garotas! Tenha divertimento instantâneo no Marital Affair!”.

marital

O site deixa seu objetivo bastante claro o tempo todo.  “Necessidades sexuais existem para serem saciadas”, explica o texto de introdução. Mas não se trata de uma página sexista. As mulheres também têm seu espaço:  “Talvez você seja uma dona-de-casa entediada”, sugere o mesmo texto.

O escândalo catapultou o site para o 13º lugar dos mais acessados do Reino Unido — sem contar as versões  para os Estados Unidos e para a África do Sul. A própria concorrência também saiu ganhando:  Simply Adult (“Simplesmente Adulto”) e Forget Dinner (“Esqueça o Jantar”) também fazem bastante sucesso na Inglaterra.

charles

Mas, ao pular a cerca, um aviso muito importante que o site não dá: o feitiço pode virar contra o feiticeiro. Foi o que aconteceu com Charles Phillips, presidente da Oracle e um dos integrantes da equipe de Barack Obama. Revoltada por ter sido deixada de lado, a ex-amante de Phillips, YaVaughnie Wilkins, espalhou diversos outdoors pelos Estados Unidos com fotos dos dois. Ela ainda montou um site com fotos e vídeos de viagens com o amante, que já foi retirado do ar. A esposa do economista ficou furiosa.

Autor: - Categoria(s): Sexo, sites Tags: ,

Ver todas as notas

1 comentário para “Relacionamentos para donas-de-casa entediadas”

  1. Natan disse:

    É… o cara se complicou! A internet deve ser usada com responsabilidade, e as pessoas ainda não se deram conta disso. Poucos ficaram famosos (mesmo sem intenção), outros ganharam dinheiro e a maioria, conheceu pessoas de universos e aspirações diferentes… O que alguns grupos de pessoas não pararam para pensar é que essa tecnologia mudou a nossa forma de conhecer, trabalhar, amar, relacionar e até morrer… abs.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo