Publicidade

Publicidade
19/01/2010 - 20:29

Como os times comemoraram seus 100 anos

Compartilhe: Twitter

Para comemorar seus 100 anos, o Corinthians fez uma série de contratações  — uma delas,  o lateral Roberto Carlos, faz sua estreia amanhã, contra o Bragantino, no Pacaembu. O título que todo corintiano quer, o da Libertadores, é o grande objetivo de 2010. Mas, entre os principais clubes centenários do Brasil, só um conseguiu um título dessa importância  no ano em que completou 100 primaveras.

flamengoApesar de o departamento de futebol do Flamengo só ter surgido em 1912, o rubro-negro decidiu comemorar seu centenário em 1995, quando o clube fazia 100 anos. Mesmo contando com o “ataque dos sonhos”, composto por Romário, Edmundo e Sávio, o time da Gávea só teve uma conquista em 1995, a Taça Guanabara. Comandado pelo badalado técnico Vanderlei Luxemburgo, o Flamengo perdeu a final do Campeonato Carioca para o Fluminense — no jogo em que Renato Gaúcho marcou um gol de barriga.

vascoCampeão brasileiro de 1997, o Vasco não fez grandes contratações para o ano do centenário. O time que disputou a Libertadores de 1998 foi praticamente o mesmo que vencera o Brasileirão no ano anterior. Não teve problema: com uma campanha para ninguém botar defeito — eliminou Cruzeiro, Grêmio e River Plate, da Argentina —, o Vasco foi campeão da América em cima do Barcelona, do Equador. Só faltou a cereja do bolo: em dezembro, o elenco cruz-maltino perdeu para o Real Madrid, do brasileiro Roberto Carlos, e foi vice-campeão mundial.

vitoriaEm 1999,  ano do centenário do Vitória, o Campeonato Baiano teve dois campeões. Apesar de ter o direito de escolher em que estádio iria disputar a final contra o Bahia, o Vitória acabou derrotado em uma ação judicial, que fez com que o Bahia jogar as duas partidas finais no estádio da Fonte Nova. O rubro-negro, entretanto, não se deu por vencido, e esperou o adversário no Barradão. Enquanto isso, o Bahia estava de uniforme e tudo no Fonte Nova. Dois WOs, dois campeões. Pelo menos foi o que a Federação Baiana decidiu  em 2005. Mas o Vitória não demorou para dar o troco no Bahia: na final da Copa do Nordeste daquele ano, sagrou-se campeão em cima do maior rival. No Campeonato Brasileiro, o rubro-negro baiano fez boa campanha e terminou na terceira colocação, tendo sido eliminado na semifinal pelo Atlético Mineiro.

fluminenseEm 2002, Romário foi o grande presente do centenário do Fluminense. No Rio de Janeiro, o atacante já havia defendido o Flamengo e o Vasco.  O Toluca, do México, foi convidado para um amistoso comemorativo, que aconteceu no Maracanã no dia 24 de julho. No primeiro tempo, o Fluminense usou uma camisa branca e cinza, reedição da primeira do time. No segundo, o time entrou em campo com a camisa laranja, sucesso entre os torcedores, que faz alusão ao bairro carioca das Laranjeiras, onde fica o clube. A equipe brasileira venceu por 3 X 1, gols de Roni e Magno Alves (2). Com duas vitórias em cima do Americano, o Fluminense também foi campeão carioca no ano do centenário. No Campeonato Brasileiro, o time fez boa campanha e chegou às semifinais, mas foi eliminado pelo Corinthians.

gremioO centenário gremista, em 2003, começou com a esperança de mais um título da Libertadores. Mas o sonho do Grêmio não demorou muito para virar pesadelo: o Tricolor foi eliminado, nas quartas-de-finais, pelo Independiente Medellín, da Colômbia, e o técnico Tite foi demitido. Até o final do ano, o Grêmio brigou para não cair. Terminou o Brasileirão na 20ª colocação, entre 24 times — a um ponto da zona de rebaixamento. Para piorar, o goleiro e ídolo Danrlei deixou o Olímpico.

botafogoAo contrário do Flamengo, o Botafogo só comemorou o centenário quando o departamento de futebol completou 100 anos — em 2004. De volta à Série A do Campeonato Brasileiro, o Alvinegro fez uma campanha irregular e só fugiu do rebaixamento na última rodada, depois de empatar com o Atlético Paranaense em 1 X 1 — de quebra, o resultado garantiu o título ao Santos. No dia 4 de setembro, Botafogo e Grêmio se enfrentaram num amistoso em comemoração aos respectivos centenários. O time gaúcho, então com 101 anos, perdeu por 4 X 1. As equipes utilizaram uniformes retrô. A camisa botafoguense foi inspirada no título de 1907, o primeiro do time.

atleticoEm 2008, o Atlético Mineiro virou motivo de chacota por contratar Petkovic, Souza e Marques — três jogadores que, somadas as idades, ultrapassavam os  100 anos. Ainda no primeiro semestre, o Galo perdeu o jogo de ida da final do Campeonato Mineiro por 5 X 0 para o Cruzeiro, que acabou campeão. O Botafogo foi outro algoz atleticano no ano do centenário: eliminou a equipe mineira em duas competições, a Copa do Brasil e  a Copa Sul-americana. No Brasileirão, o Atlético Mineiro terminou em 12º, a quatro pontos da zona de rebaixamento.

internacionalO Internacional tinha duas comemorações em 2009: seu próprio centenário, e o centenário do clássico Gre-Nal. O primeiro clássico gaúcho aconteceu em 18 de julho de 1909. Em 19 de julho de 2009, 100 anos e um dia após a primeira disputa, Grêmio e Internacional se enfrentaram pelo Campeonato Brasileiro. Para azar do time Colorado, o Grêmio venceu de virada, 2 X 1.

No Campeonato Gaúcho, durante o primeiro semestre do ano, não deu pra ninguém: o Inter foi campeão de forma invicta. Parecia ser o início de um centenário vitorioso. O Internacional chegou à final da Copa do Brasil, depois de eliminar o Flamengo nas quartas e o Coritiba na semi. Na final, dia 1º de julho, caiu diante do Corinthians de Ronaldo. Oito dias depois, o Colorado disputou a Recopa Sul-Americana contra a LDU, do Equador. Foi derrotado nos dois jogos, 1 X 0 e 3 X 0, e ficou com o vice-campeonato. A redenção poderia vir no Campeonato Brasileiro, uma vez que o Inter estava bem classificado. No dia 6 de dezembro, os torcedores colorados foram obrigados a torcer  para o Grêmio — adversário do Flamengo, que precisava perder para que o Inter ficasse com o título. Só que o Flamengo venceu  e o Inter teve que se contentar  com o terceiro vice-campeonato da temporada.

coritibanOutro clube que comemorou seu centenário em 2009 foi o Coritiba. Terceiro colocado no Campeonato Paranaense, o Coxa chegou às semifinais da Copa do Brasil quase como um azarão. Acabou derrotado pelo Internacional. No Campeonato Brasileiro, a equipe liderada por Marcelinho Paraíba ficou brigando para não ser rebaixada. Não adiantou: em 6 de dezembro, diante do Fluminense, outro time que lutava para não cair, o Coritiba não conseguiu vencer (empate de 1 x 1) e confirmou a queda à Série B. Alguns vândalos, disfarçados de torcedores, invadiram o campo e protagonizaram uma das mais lamentáveis cenas de 2009. O quebra-quebra no estádio Couto Pereira rendeu ao Coxa a perda de 30 mandos de campo em 2010.

Autor: - Categoria(s): Esporte, Listas Tags: , , ,

Ver todas as notas

2 comentários para “Como os times comemoraram seus 100 anos”

  1. Luiz disse:

    Esta invertido as informações sobre o Coritiba e Corinthians, o Coritiba foi eliminado pelo inter na semifinal e o Corinthians eliminou o Flamengo na semi.

    • curioso disse:

      O Corinthians eliminou o Fluminense e depois o Vasco na Copa do Brasil. O Inter passou pelo Flamengo e depois pelo Coritiba

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo