Publicidade

Publicidade
23/07/2009 - 22:27

Ele faz música até com um piano em chamas

Compartilhe: Twitter

Para fazer sua música,o italiano Diego Stocco é radical – ele bate em árvores, queima pianos e tecla frenéticamente em máquinas de escrever antigas. De vez em quando, sobra inspiração até para tirar música de grãos de areia.

Diego acumula as funções de músico, produtor e inventor – sua máquina de escrever transformada em instrumento musical recebeu o nome de “typosonic machine”.

Um dos vídeos mais impressionantes do italiano é o “Music from a Tree”, em que ele mostra passo a passo como conseguiu construir uma melodia usando apenas sons de uma árvore:

Outra experiência interessante – e perigosa! – é o “The Burning Piano” (“Piano em chamas”):

Para o último vídeo, fica o alerta: não tente fazer isso em casa!

Autor: - Categoria(s): Invenções, Música Tags: , , ,

Ver todas as notas

7 comentários para “Ele faz música até com um piano em chamas”

  1. A verdade é que dá pra tirar um som de qualquer coisa. Uma vez vi um cara que fez uma música inteira com o barulho de seus peidos.

  2. Marcos Terci disse:

    Ok, é impressionante queimar o pobre piano e sair tocando.
    Mas não é exatamente original. O Jerry Lee Lewis já fez isso em 1957. Como ele estará em São Paulo em setembro, quem sabe não venha com idéias incendiárias…

  3. C Gomez disse:

    Rapaz, porque ele não bate na própria cabeça para fazer música??? As árvores e a natureza agradecem!

  4. Raphael disse:

    Me sacrifiquei tanto pra comprar o meu piano e esse cara vai e queima um só pra fazer graça.

    Si ele quer impressionar, a mim só causou repulsa, pois bater em árvores e queimar pianos pra mim é vandalismo.

  5. laerte disse:

    Um grande desrespeito aos PIANOS!

  6. luca disse:

    experiência musical era o q fazia FRANK ZAPPA. esse piano fumegante é completamente idiota!!!

  7. Online na web disse:

    Quem vai querer fazer uma coisa dessas em casa, acredito eu que ninguém vai querer botar fogo em instrumento musical só para fazer música.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo