Publicidade

Publicidade
22/07/2009 - 15:30

Próximo destino: Marte

Compartilhe: Twitter

Todos os veículos de comunicação comemoraram os 40 anos da chegada do homem à Lua na última segunda-feira, dia 20 de julho. Levados para o espaço pela nave Apollo 11, os astronautas norte-americanos Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins permaneceram duas horas e 21 minutos na superfície do satélite – e entraram para a história como heróis.


Desde 1972, ano da missão Apolo 17, o homem não retornou à Lua. Isso foi cobrado agora pelos astronautas da Apollo 11. Eles declararam que a humanidade deveria voltar a investir na exploração espacial, fato apoiado pelo atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O segundo homem a pisar na Lua, o astronauta Buzz Aldrin, chegou a sugerir um novo destino para as próximas missões espaciais: o planeta Marte. De acordo com Aldrin, ao contrário da Lua, Marte é “muito mais adequado para as pessoas, muito mais habitável e possivelmente é fonte de vida”.

A Apollo 11 demorou quatro dias para chegar até a Lua. Caso a viagem para Marte fosse feita a bordo da lendária nave chefiada por Neil Armstrong, ele e sua equipe precisariam de 14.545 horas para chegar até lá – tempo equivalente a um ano e oito meses!

Para saber mais sobre Marte, conheça o livro da jornalista Marina Vidigal: “Próximo destino: Marte” conta curiosidades, revela fatos e desvenda mitos sobre o planeta vermelho.

Autor: - Categoria(s): Celebridades, Cotidiano, Viagem Tags: , , , , , ,

Ver todas as notas

2 comentários para “Próximo destino: Marte”

  1. como se houvessem ido pra Lua. Não sei nem como conseguem odrmir a noite.

  2. Antonio Mier disse:

    Pois é, Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins foram convidados para a festa, só que Michael Collins ficou de fora vendo tudo pela janela. Hierarquicamente falando, resta a ele (Collins) o consolo de ser a peça mais importante para a missão. Se algo desse errado, os outros dois austronautas poderiam ser descartados. Esse negócio de ser o primeiro a fazer tal coisa tem seu lado heróico, mas quando as coisas não dão certo, ele é apenas mais um número nas estatística dos aventureiros que fracassam. E para quem ainda duvida, é possível ser provado, cientificamente, que os homens estiveram na lua,

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo