Publicidade

Publicidade

Arquivo de julho, 2009

31/07/2009 - 17:36

Chita, companheira de Tarzan, lança sua biografia

Compartilhe: Twitter

A simpática chimpanzé que acompanhava o Tarzan interpretado pelo ator Johnny Weissmuller acaba de lançar sua autobiografia. Autobiografia? Como assim? Intitulada “Me Cheteta” (“Mim Chita”), a obra foi escrita pelo “ghostwriter” James Lever e conta a trajetória de um dos primatas mais famosos do cinema.

Chita, cuja nome verdadeiro é Jiggs, nasceu na década de 1930 na selva da Libéria, na África. O livro também revela que “Chita” é um chimpanzé macho, capturado exclusivamente para estrelar o primeiro filme do personagem Tarzan – “Tarzan – The Ape Man” (“Tarzan – o Homem Macaco”), em 1932. No total, doze chimpanzés fizeram o papel de Chita ao longo da história.

Aos 76 anos de idade, o chimpanzé Jiggs vive tranquilamente em Palm Springs. De acordo com o “Guinness – O Livro dos Recordes” é o mais velho primata ainda vivo.

PS: Chita é uma das personagens de meu “O Guia dos Curiosinhos – Super-Heróis”.

Autor: - Categoria(s): Animais, Cinema, livros Tags: , , , , , ,
30/07/2009 - 15:36

Quem inventa os nomes das duplas caipiras?

Compartilhe: Twitter

Posso estar enganado, mas acho que não existe cara mais criativo que o sujeito que batiza duplas caipiras. Cheguei a essa conclusão depois de ver as capas de discos enviadas pelo meu amigo Antônio Carlos Cabrera, do site Mofolândia. Aqui estão as capas:

Autor: - Categoria(s): Baú, Bizarro, Humor, Listas, Música Tags: , ,
29/07/2009 - 19:10

Vodu com romance? É "Macumba Love"!

Compartilhe: Twitter

O filme “Macumba Love” é um prato cheio para os amantes de filmes trash – e para quem quer dar boas risadas. Dirigido por Douglas Fowley e filmado (pasme!) na praia do Guarujá, no litoral paulista, o filme é uma co-produção brasileira e norte-americana, cuja trama mirabolante gira em torno de rituais vodu, macumba e…romance!

No filme, o cético J. Peter Weils (Walter Reed) vive em uma paradisíaca “ilha do Atlântico”, mistura fictícia entre o Haiti e o Brasil, agitada pelos rituais sangrentos promovidos pelos “nativos”. A festinha é comandada pela “rainha do vodu” Mama Rataloi, interpretada pela atriz brasileira Ruth de Souza.

Para o herói, o vodu não passa de algum tipo de hipnose feita em pessoas altamente sugestionáveis. Assim, ele decide acabar com a festa dos nativos e enfrentar a tal  rainha do vodu – ao mesmo tempo em que flerta com a bonitona Venus de Viasa (Ziva Rodann) e  lida com sua filha recém-chegada e casada (a voluptuosa June Wilkinson).

Filmado em 1960, “Macumba Love” recebeu no Brasil o nome de “Mistério da Ilha de Vênus”. Você pode conferir o trailer aqui – que sozinho já é sensacional. Preste atenção no começo do vídeo – um comunicado em tom sério pede que “a direção pede que os telespectadores façam 15 segundos de silêncio em respeito àqueles que morreram depois de assistir a este filme”.

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Cinema, Humor Tags: , , , , , , , , , ,
28/07/2009 - 15:15

A argentina que dançou até os 100 anos de idade

Compartilhe: Twitter

Esta é Carmencita Calderón (a primeira a aparecer no vídeo) dançando tango em 1933. Nascida Carmen Micaela Riso de Cancellieri em 10 de fevereiro de 1905, ela passou boa parte de sua vida rodopiando nos salões de dança. Nada mais natural do que comemorar seu aniversário de 100 anos (!) com passos de tango. Ela morreria em 31 de outubro de 2005, pouco depois dessa festa.

Carmencita e o tango são símbolos da Argentina. O tango nasceu por volta de 1877 no bairro de Montesserat, em Buenos Aires. Durante décadas, a dança foi considerada indecente. Em 1917, Carlos Gardel gravou a música “Mi Noche Triste”, considerada um marco na história do tango. Até então, as composições do estilo eram apenas instrumentais.

Carlos Gardel também compôs o tango “Por Una Cabeza”, em 1935. Em uma das cenas mais famosas do filme “Perfume de Mulher” (1992), o militar cego interpretado por Al Pacino dança essa música acompanhado da atriz Gabrielle Anwar.

Autor: - Categoria(s): Baú, Música Tags: , , , ,
27/07/2009 - 18:11

Mamma mia em versão para a TV russa

Compartilhe: Twitter

O “Você é Curioso?” do sábado já começa a ser produzido na segunda-feira. Hoje de manhã, por exemplo, eu passei a pauta para a Silvania Alves, que cuida de toda a produção. Ela vai agendar as entrevistas e vai procurar profissionais que possam responder as perguntas curiosas que os ouvintes mandam para o soucurioso@band.com.br. Durante a semana, ficamos de olho nas notícias bizarras publicadas pelos jornais e pelos sites de notícia. O programa vai surgindo aos poucos. Também fico procurando músicas com apelo curioso e olha só o que encontrei agora há pouco – uma versão da TV russa para o musical “Mamma Mia”. Se você não aguenta esperar até o sábado, assista ao musical agora:

Autor: - Categoria(s): Cinema, Música, Você é curioso Tags: , , ,
27/07/2009 - 09:59

Personagem de videogame toma cerveja?

Compartilhe: Twitter

O leitor Roberto Brito reparou que o nome da nova marca de cerveja Antartica é também o nome de um personagem do jogo de videogame “Mortal Kombat”. O Roberto acredita até em propaganda subliminar. Segundo ele, como o videogame é praticado por muitos jovens, a utilização do mesmo nome do personagem estaria querendo atrair para a bebida esse mesmo público. Será? Não acredito.

Desenvolvido em 1992, o jogo “Mortal Kombat” era conhecido por sua violência explícita. Em 1995, a arena do combate mortal foi transferida para as telas de cinema. Dirigido por Paul W.S. Anderson, o filme contou até com a participação de Christopher Lambert no elenco. Em sua versão para o cinema, Sub-Zero foi interpretado pelo artista marcial François Petit.

Para ilustrar sua teoria da conspiração, Roberto Brito criou uma fotomontagem em que apareceu até mesmo o ator Rodrigo Lombardi, o Raj de “O Caminho das Índias”.

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Celebridades, Comes e bebes Tags: , , , , , ,
25/07/2009 - 12:25

As muitas versões de "I Will Survive"

Compartilhe: Twitter

A música “I Will Survive” é garantia de pista cheia em qualquer balada ou festinha. Composta no final da década de 1970  por Freddie Perren e Dino Fekaris, a música ficou famosa na voz da cantora Gloria Gaynor.

Listada como uma das 500 melhores canções de todos os tempos pela revista “Rolling Stone”, a letra – que fala sobre dar a volta por cima – possui mesmo uma mensagem universal. A música já foi gravada em francês, espanhol, japonês e até mesmo turco. A versão da artista turca Ajda Pekkan foi batizada de “Bambaska Biri”:

“I Will Survive” foi gravada em francês ainda na década de 1970 por Régine. Em 2006, a cantora Larusso regravou a versão de Régine, batizada em francês de “Je Survivrai”:

Mesmo cantando em tcheco, a mensagem da cantora Helena Vondráčková é mesma: “Eu sobreviverei!” ou “Já půjdu dál”!

A banda Cake manteve a letra no inglês original, mas fez uma releitura bastante rock n’ roll do clássico das pistas de dança no disco “Fashion Nugget” (1996):

Quem conhece mais versões?

Autor: - Categoria(s): Música Tags: , , , , , , , , ,
23/07/2009 - 22:27

Ele faz música até com um piano em chamas

Compartilhe: Twitter

Para fazer sua música,o italiano Diego Stocco é radical – ele bate em árvores, queima pianos e tecla frenéticamente em máquinas de escrever antigas. De vez em quando, sobra inspiração até para tirar música de grãos de areia.

Diego acumula as funções de músico, produtor e inventor – sua máquina de escrever transformada em instrumento musical recebeu o nome de “typosonic machine”.

Um dos vídeos mais impressionantes do italiano é o “Music from a Tree”, em que ele mostra passo a passo como conseguiu construir uma melodia usando apenas sons de uma árvore:

Outra experiência interessante – e perigosa! – é o “The Burning Piano” (“Piano em chamas”):

Para o último vídeo, fica o alerta: não tente fazer isso em casa!

Autor: - Categoria(s): Invenções, Música Tags: , , ,
22/07/2009 - 15:39

Conheça o único "hotel-girafa" do mundo

Compartilhe: Twitter

Mesas de café da manhã em hotéis costumam ser bem fartas. Só que, além de um café da manhã caprichado, o hotel que pertence à família Carr-Hartley oferece a seus hóspedes a presença de convidadas bem especiais. Elas costumam aparecer por volta das 9 horas.

Localizado próximo à Nairóbi, capital do Quênia, o terreno de 560 metros quadrados abriga um grupo de oito girafas Rothschild, que cultivam o divertido hábito de esticar o pescoço pelas janelas e compartilhar refeições com os hóspedes.

Os quenianos Tanya e Mikey Carr-Hartley são proprietários do Giraffe Manor, o “único hotel-girafa do mundo”. Uma diária no hotel-girafa custa 360 dólares (cerca de 720 reais) e inclui todas as refeições, serviço de lavanderia e, claro, o colorido das girafas!

Uma das espécies de girafa mais raras do mundo – existem cerca de 500 exemplares -, a Rothschild pode chegar a 6 metros de altura e costuma aparecer para tomar café por volta das 9 da manhã.

Autor: - Categoria(s): Animais, Bizarro, Viagem Tags: , , , ,
22/07/2009 - 15:30

Próximo destino: Marte

Compartilhe: Twitter

Todos os veículos de comunicação comemoraram os 40 anos da chegada do homem à Lua na última segunda-feira, dia 20 de julho. Levados para o espaço pela nave Apollo 11, os astronautas norte-americanos Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins permaneceram duas horas e 21 minutos na superfície do satélite – e entraram para a história como heróis.


Desde 1972, ano da missão Apolo 17, o homem não retornou à Lua. Isso foi cobrado agora pelos astronautas da Apollo 11. Eles declararam que a humanidade deveria voltar a investir na exploração espacial, fato apoiado pelo atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O segundo homem a pisar na Lua, o astronauta Buzz Aldrin, chegou a sugerir um novo destino para as próximas missões espaciais: o planeta Marte. De acordo com Aldrin, ao contrário da Lua, Marte é “muito mais adequado para as pessoas, muito mais habitável e possivelmente é fonte de vida”.

A Apollo 11 demorou quatro dias para chegar até a Lua. Caso a viagem para Marte fosse feita a bordo da lendária nave chefiada por Neil Armstrong, ele e sua equipe precisariam de 14.545 horas para chegar até lá – tempo equivalente a um ano e oito meses!

Para saber mais sobre Marte, conheça o livro da jornalista Marina Vidigal: “Próximo destino: Marte” conta curiosidades, revela fatos e desvenda mitos sobre o planeta vermelho.

Autor: - Categoria(s): Celebridades, Cotidiano, Viagem Tags: , , , , , ,
Voltar ao topo